Vettel descarta ordens de equipe na Ferrari

compartilhar
comentários
Vettel descarta ordens de equipe na Ferrari
7 de set de 2018 10:26

Sebastian Vettel não quer que a Ferrari imponha ordens de equipe a Kimi Raikkonen, apesar da Mercedes usar Valtteri Bottas para ajudar Lewis Hamilton

Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, leads Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, and the rest of the field at the start
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, pits
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H
Sebastian Vettel, Ferrari on drivers parade
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H spins with damage on lap one
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H

A Mercedes manteve Valtteri Bottas na pista em seu primeiro período em Monza e ordenou que ele segurasse a Ferrari de Kimi Raikkonen atrás.

Lewis Hamilton conseguiu alcançar Raikkonen aproveitando a ajuda de Bottas, e dado os problemas de pneus de 'Iceman', conseguiu passar o finlandês para conquistar a vitória.

Vettel tentou ultrapassar o pole position Raikkonen duas vezes, antes de tocar em Hamilton e rodar.

Quando perguntado se a Ferrari havia discutido como lidar com a largada, Vettel respondeu: "Não, acho que estamos com idade suficiente e não precisamos rever isso desde a largada".

"Eu faço o meu trabalho e estou pronto para competir contra todos".

Leia também:

"Tentei aproveitar as minhas chances na primeira curva e um pouco na segunda chicane, mas não deu certo. Então foi um pouco azar como as coisas saíram."

"Todo mundo tem a liberdade de seguir a filosofia que eles querem. Para nós é bastante claro e direto."

Quando lhe insistiram se ele se sentia em desvantagem, porque teve que lutar contra seu companheiro de equipe e Hamilton não, Vettel respondeu: "Eu não sei. Obviamente posso ver por onde está indo com essa pergunta."

"Mas para mim é bem claro: estou feliz de lutar contra três carros, estou feliz de competir hoje contra 19 carros."

Hamilton agora tem uma vantagem de 30 pontos sobre Vettel no campeonato, com Raikkonen e Bottas a 92 e 97 pontos de Lewis, respectivamente.

A Mercedes disse antes do GP da Itália que decidiria depois da corrida se Bottas poderia ser um escudeiro.

No entanto, Toto Wolff não vê a necessidade de impor ordens de equipe porque Bottas foi capaz de ajudar seu companheiro de equipe em Monza sem arruinar sua própria corrida.

"Eu realmente não gosto de ordens de equipe, elas não são boas para o esporte, e elas não são boas para nenhum dos pilotos também".

"Lewis não quer nada de presente e Valtteri não quer desistir de nada. Estamos falando corrida a corrida."

"Discutimos isso no domingo, estudamos vários cenários e não houve necessidade, e vamos ver o que acontece em Singapura. Quero atrasar o momento de impor ordens o máximo possível."

Próxima Fórmula 1 matéria
Toro Rosso não vai assinar com Ocon, diz chefe da Red Bull

Previous article

Toro Rosso não vai assinar com Ocon, diz chefe da Red Bull

Next article

Focado na F2, Russell rejeitou treino pela Force India

Focado na F2, Russell rejeitou treino pela Force India
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen Shop Now , Sebastian Vettel Shop Now
Equipes Ferrari Shop Now
Tipo de matéria Últimas notícias