Vettel diz que proteção Halo poderia ter salvado vidas

Piloto da Ferrari lembra mortes de Justin Wilson e Henry Surtees e diz que projeto deve ser levado adiante

Após testar o dispositivo nesta sexta-feira, o alemão Sebastian Vettel avalia que a estética do novo sistema de proteção para cockpit Halo não importa, desde que ele ajude a salvar vidas na Fórmula 1.

O conceito, no entanto, foi alvo de duras críticas de alguns pilotos como  Lewis Hamilton, que disse que era a pior mudança visual da história da F1. Nico Hulkenberg, da Force India, também rotulou o dispositivo como "horrível".

O tetracampeão Vettel, no entanto, tem convicção de que pilotos como Justin Wilson e Henry Surtees - que morreram depois de serem atingidos na cabeça por objetos durante as corridas - estariam vivos caso o sistema de Halo fosse utilizado em seus carros.

"Primeiro de tudo, para correr ele está bom. Você consegue ver o que você precisa ver," disse Vettel a repórteres na sexta-feira.

"Eu penso que nós podemos melhorar o sistema em termos de estética e também em termos de como ele está sendo desenvolvido, mas eu testei também no simulador, e eu acho que veremos evoluções muito em breve".

"Em princípio, concordo que não parece muito bonito, mas também ajuda a aumentar a segurança, ajuda a salvar vidas".

"Haveria pelo menos dois pilotos nos últimos quatro anos que eu me lembre que ainda estariam conosco - Henry Surtees e Justin Wilson - se tivéssemos este tipo de sistema.

"Eu acho que pode ser muito feio, mas nada justifica não ter esses dois caras ao redor."

Reportagem adicional de Roberto Chinchero

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Testes de março em Barcelona
Pista Circuit de Barcelona-Catalunya
Pilotos Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias