Webber diz que resultados vão determinar renovação com Red Bull

Australiano não se preocupa com situação contratual: "Não precisamos nos colocar no mercado porque os resultados falam por si”

Mark Webber não se mostra preocupado pelo fato de estar sem contrato para o ano que vem. O australiano tem como praxe assinar acordos anuais com a Red Bull e acredita que seu rendimento não é diferente do ano passado e que, por isso, deve ficar no time anglo-austríaco.

“No momento, não tenho contrato para o ano que vem, assim como nessa época ano passado e no ano anterior. Não precisamos nos colocar no mercado porque os resultados falam por si”, afirmou à Autosprint.

 “A situação depende dos resultados que conseguir nesse ano”, reconheceu o australiano. “Até Mônaco não tinha nem obtido um pódio, e então ganhei. Mas estou indo bem na classificação. Acredito que esteja pilotando bem, e não vejo diferença em relação à temporada passada.”

Webber acredita que a Red Bull tenha motivos para adotar a estratégia da continuidade na equipe, que tem os mesmos pilotos e mantém peças-chave no comando há quatro temporadas.

“Obviamente, há vários pilotos que gostariam de vir para a Red Bull, mas a questão é: o quanto eles querem mudar? É uma pergunta para Christian (Horner), Adrian (Newey), Dietrich (Mateschitz) e Helmut (Marko). Vamos ver o que acontece. Só posso controlar o que faço e até agora tenho feito isso bem.”

Perguntado pelos italianos sobre os rumores de que havia sido procurado pela Ferrari para formar dupla com Fernando Alonso em 2013, Webber foi irônico.

 “Não há nada até agora. Não tenho ofertas da Ferrari. Sei que as pessoas falaram muito disso até Felipe ter um bom final de semana em Monte Carlo. Mas se for tudo verdade, a Ferrari vai precisar de uns oito carros no próximo ano.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias