Wehrlein não se assusta com concorrência e mira vaga na F1

A notícia de que o governo da Indonésia pode injetar milhões de euros para colocar Rio Haryanto na Manor não muda perspectiva

A possibilidade de o alemão Pascal Wehrlein estar em um cockpit da Fórmula 1 em 2016 permanece em aberto. Apesar do aumento da concorrência, o campeão da DTM ainda acredita em uma vaga na próxima temporada.

O chefe de equipe Mercedes, Toto Wolff, havia dito anteriormente que Pascal Wehrlein tinha uma boa chance de chegar à Fórmula 1 com a equipe Manor, para quem vão fornecer motores em 2016. Mas tudo parece ter mudado com o anúncio de que o governo da Indonésia está disposto a colocar 15 milhões de euros para Rio Haryanto entrar na equipe. Além disso, os atuais pilotos da equipe, Will Stevens e Alexander Rossi, também estão na briga.

Pascal Wehrlein permanece tranquilo e, em entrevista à Sport1, disse que vê em 50% suas chances de ingressar na Fórmula 1.

Para o campeão da DTM há muitos caminhos a seguir. "Eu espero que sim, claro. Até agora nada é certo. Pode ser Fórmula 1, DTM ou possivelmente a GP2. Essas são as melhores opções", disse, abrindo ainda outra possibilidade.

"Também poderia repetir 2015 e combinar a DTM com o papel de piloto de testes da Fórmula 1. Meu desejo é estar na Fórmula 1, mas como disse Toto Wolff, no momento é 50% ".

Wehrlein, inclusive, diz que espera um dia chegar à Mercedes. "Meu objetivo é estar na Fórmula 1 e ganhar experiência. Provavelmente estrearei em uma equipe cliente. Mas um dia eu gostaria de estar na Mercedes".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Pascal Wehrlein
Tipo de artigo Últimas notícias