Whiting: Zandvoort precisa de poucas mudanças para receber F1

compartilhar
comentários
Whiting: Zandvoort precisa de poucas mudanças para receber F1
Por: Adam Cooper
Traduzido por: Daniel Betting
2 de out de 2018 19:35

Diretor de prova da FIA, Charlie Whiting, acredita que circuito de Zandvoort precisaria de mudanças "mínimas" para voltar a receber um GP de Fórmula 1

Diretor de prova da FIA, Charlie Whiting, visitou recentemente Zandvoort para determinar quais ações seriam necessárias para dar ao circuito holandês a especificação necessária para voltar a receber F1.

Desde a última passagem da F1 em Zandvoort, em 1985, o circuito foi reconstruído e encurtado para seu comprimento atual de 4,3km e já recebeu os carros atuais da categoria em corridas de demonstração, com Max Verstappen quebrando o recorde em um carro de 2012 no início deste ano.

O co-proprietário do circuito também afirmou que um retorno de F1 a Zandvoort é "realista", com Whiting agora acreditando que é um projeto viável.

"Eu acho que há um grande potencial lá em Zandvoort", disse Whiting ao Motorsport.com.

Leia também:

"Algumas coisas precisam ser mudadas lá, e há uma grande disposição para mudar. Mas acho que é cedo demais para falar sobre isso.”

"Eles estão voltando a nós com algumas propostas, e vamos ver puramente do ponto de vista do circuito - nada a ver com os elementos comerciais disso - mas do ponto de vista da segurança do circuito eu acho que poderia ser feito.”

"Haveria uma boa reta longa o suficiente para usar bem o DRS, e você também manteria os elementos históricos do circuito. Acho que seria um circuito muito bom."

Perguntado se seriam necessárias mudanças no layout, Whiting disse: "Não muito. A quantidade de trabalho é relativamente mínima".

Whiting enfatizou que mais elementos terão que ser considerados antes que o local atenda a todos os requisitos da F1.

"Fui ver isso [Zandvoort] do ponto de vista da segurança", acrescentou. "A pista poderia ser modificada para lidar com os modernos carros de F1? Isso é tudo.”

"Agora, quão grandes são os paddocks, o acesso, onde você vai colocar os espectadores não é algo em que eu normalmente me envolveria."

Após o GP da Rússia, Whiting viajou para Hanói para ver um potencial local de um GP do Vietnã.

Próxima Fórmula 1 matéria
Horner: Surpresa de Bottas diz que ordem não foi discutida

Previous article

Horner: Surpresa de Bottas diz que ordem não foi discutida

Next article

Análise técnica: Atualizações mostram que Ferrari não desistiu de briga

Análise técnica: Atualizações mostram que Ferrari não desistiu de briga
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias