Sette Câmara cita “engano nos cálculos” por desclassificação

Piloto da Carlin tem segundo lugar retirado por infração no regulamento técnico, mas garante foco: “nosso carro já provou ser muito rápido e confiável”

Segundo colocado na pista na corrida 2 da Fórmula 2 no último domingo no Azerbaijão, Sergio Sette Câmara acabou sendo desclassificado do resultado após seu carro não conter os 0,8 L de combustível obrigatórios para avaliação da FIA após a corrida.

Na verdade, Sette Câmara parou na pista antes de chegar aos pits com o carro #18 da Carlin. O piloto citou um “engano nos cálculos” para justificar a penalização.

“Hoje conquistamos um importante segundo lugar e 12 pontos muito suados para o campeonato”, disse o piloto de 19 anos.

“Infelizmente, por um engano nos cálculos da equipe fomos desclassificados por não ter a quantidade mínima de combustível. É frustrante, porque no final do campeonato o piloto é julgado por sua posição na tabela de pontos. Ninguém se lembra do que aconteceu em cada corrida.”

“A tabela de pontos não perdoa, e caí para terceiro no campeonato, e agora tenho 15 pontos de desvantagem para a liderança.”

“Vou me manter focado para a etapa de Barcelona, daqui a duas semanas. Faltam 20 etapas para o fim do campeonato e nosso carro já provou ser muito rápido e confiável.”

Sette Câmara é o terceiro na tabela, com 40 pontos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias FIA F2
Pilotos Sergio Camara
Tipo de artigo Últimas notícias