Bird: Mudanças na pista de Nova Iorque não nos ajudam

compartilhar
comentários
Bird: Mudanças na pista de Nova Iorque não nos ajudam
Por: Alex Kalinauckas
Traduzido por: Daniel Betting
11 de jul de 2018 18:23

Candidato ao título da Fórmula E, Sam Bird, disse que as mudanças na pista para o ePrix de Nova Iorque "não ajudam" o elenco da Virgin Racing

Sam Bird, DS Virgin Racing
Sam Bird, DS Virgin Racing
Sam Bird, DS Virgin Racing
Sam Bird, DS Virgin Racing
Sam Bird, DS Virgin Racing
Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaeffler, in the post race press conference
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport, leads Nicolas Prost, Renault e.Dams

Sam Bird venceu as duas corridas realizadas em Nova Iorque na última temporada da Fórmula E, mas o circuito do Brooklyn foi alterado para seu segundo evento.

A pista está quase meia milha (800 metros) mais longa, com quatro novas curvas estendendo a pista da curva 6 e substituindo o apertado hairpin que travava aquele ponto do circuito.

Bird, que persegue o líder da FE, Jean-Eric Vergne (Techeetah), 23 pontos atrás, explicou que a pista mais longa aumentaria os desafios da Virgin com a eficiência energética e a maior quantidade de curvas não seria adequada ao pacote da equipe.

"É um animal completamente diferente", disse Bird ao Motorsport.com.

“No ano passado, fomos muito competitivos, o carro estava se comportando muito bem - com ótimo equilíbrio, a eficiência não era tanto um problema, em comparação com nossos rivais, e a extensão da pista era melhor para nós.”

Leia também:

“[As mudanças não] vão nos ajudar, basicamente. A pista é mais longa, o que significa que a eficiência é fundamental. E há alguns carros que são mais eficientes que os nossos.”

"Não há como fugir disso, então vamos ter que fazer o nosso melhor, maximizar o potencial do carro e eu preciso maximizar a pilotagem e ver para onde vamos a partir daí.”

“[Será uma] corrida muito diferente - acho que terá tons de Berlim [um resultado 1-2 para a Audi], o que pode não ser brilhante, mas ainda acho que será um espetáculo divertido.”

"Mas é bom ir a algum lugar onde você tem ótimas lembranças e vamos ver o que acontece."

O piloto da Audi, Lucas di Grassi, reconhece que as mudanças na pista do Brooklyn devem aumentar as ultrapassagens e tornar as corridas mais emocionantes.

As alterações foram feitas em preparação para os carros mais rápidos da Gen2 que correrão na pista na quinta temporada.

"Acho que as mudanças são muito positivas, porque aumentam o comprimento da reta e criam outro ponto de ultrapassagem", disse di Grassi ao Motorsport.com.

“Nova Iorque, depois que pilotamos no ano passado, a pista não foi a mais excitante e agora acho que melhorou bastante.”

“Acho que o trabalho que eles fizeram foi super bom. Eu teria feito um projeto muito semelhante para aumentar as ultrapassagens e tornar a pista mais empolgante para pilotar.”

“O local foi ótimo. O lugar, tudo. A pista não foi a mais empolgante, mas esse pequeno incremento na distância e o layout que escolheram tornarão a pista muito melhor, definitivamente na direção certa.”

Next article
Di Grassi: “Chegar em 3º neste campeonato será um milagre”

Previous article

Di Grassi: “Chegar em 3º neste campeonato será um milagre”

Next article

Vergne diz que Bird está "tentando encontrar desculpas"

Vergne diz que Bird está "tentando encontrar desculpas"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Evento Nova York
Localização Brooklyn Street Circuit
Pilotos Lucas di Grassi , Sam Bird
Equipes DS Virgin Racing
Autor Alex Kalinauckas