Com brasileiros, Jaguar completa testes da I-Pace eTrophy

compartilhar
comentários
Com brasileiros, Jaguar completa testes da I-Pace eTrophy
Por: Alex Kalinauckas
Traduzido por: Daniel Betting
27 de set de 2018 21:55

Em Silverstone, Cacá Bueno e Sérgio Jimenez participaram dos primeiros testes da categoria de apoio à Fórmula E

Sérgio Jimenez, Jaguar I-PACE eTROPHY
Cacá Bueno
Jaguar I-PACE eTROPHY
Sérgio Jimenez, Jaguar I-PACE eTROPHY
Sergio Jimenez
Katherine Legge, JD Motorsports, Chevrolet Camaro teamjdmotorsports.com

No circuito britânico de Silverstone, a Jaguar completou nesta quinta-feira o primeiro teste oficial da I-Pace eTrophy, categoria de apoio da Fórmula E, que terá etapas durante a temporada de 2018/19.

As três equipes que confirmaram a formação de pilotos - Rahal Letterman Lanigan Racing, Jaguar Brazil Racing e a equipe Asia Pacific eTrophy - participaram do "teste de aclimatação" de dois dias.

Ao lado de Kathrine Legge e Bryan Sellers, da RLLR, a Jaguar Brazil Racing vai contar com o pentacampeão da Stock Car, Cacá Bueno e o com Sergio Jimenez, com Simon Evans, irmão mais velho do piloto da Jaguar na F-E, Mitch Evans, competindo pela Asia Pacific.

"Este é o primeiro evento oficial de lançamento de corrida, chamado de “teste de aclimatação", disse Marion Barnaby, chefe do campeonato ao Motorsport.com.

Leia também:

“Então os caras que realmente alocaram seus pilotos saíram e viram seus carros pela primeira vez e os pilotaram.”

“Eles se acostumaram com o carro, terminamos a quarta-feira com uma corrida completa - 25 minutos mais uma volta.”

“Isso foi para que os pilotos pudessem ter na mente como será um fim de semana de corrida - sentindo como é o carro, como são os pneus, para se acostumarem a pilotar veículos elétricos.”

Outras equipes da China, Oriente Médio e Europa devem ser confirmadas nas próximas semanas.

Motorsport.com apurou que uma equipe da Arábia Saudita ligada aos organizadores do Ad Diriyah ePrix vai entrar com dois carros usando pilotos do país.

Até quarta-feira, a RLLR era a única equipe que tinha anunciado seus pilotos do eTrophy.

Barnaby explicou que isso aconteceu "porque estávamos vendendo um conceito que não existia antes".

"Também foi para entender exatamente o que estamos fazendo, porque até agora temos vendido uma imagem - agora é real.”

"Tem sido um grande empreendimento por parte de toda a equipe - também precisávamos colocar todos no lugar - apenas nos preparando para hoje e vendendo as inscrições à medida que estivéssemos caminhando."

Perguntado onde a eTrophy se encaixa no cenário do automobilismo, Barnaby disse: “Temos um só modelo - todos são idênticos, todos são produzidos internamente - e é a primeira categoria de um único carro elétrico de produção do mundo.”

Evans, campeão do V8SuperTourers da Nova Zelândia em 2014/15, avalia que a categoria produzirá corridas apertadas nos tradicionais circuitos urbanos da F-E.

"Vai ser superpróximo. Como em qualquer categoria de produção do mundo, haverá algum contato, então acho que as corridas serão realmente muito interessantes", disse.

“O pneu não sofreu muito desgaste [mais de 25 minutos], ele se manteve muito bem, então isso vai tornar a corrida emocionante.

Próxima Fórmula E matéria
F-E deve abandonar plano de usar circuito completo de Mônaco

Previous article

F-E deve abandonar plano de usar circuito completo de Mônaco

Next article

Techeetah revela carro para temporada 2018/19 da Fórmula E

Techeetah revela carro para temporada 2018/19 da Fórmula E
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Autor Alex Kalinauckas
Tipo de matéria Últimas notícias