Após ser suspenso por 2 GPs, Fenati é demitido por time

compartilhar
comentários
Após ser suspenso por 2 GPs, Fenati é demitido por time
Valentin Khorounzhiy
Por: Valentin Khorounzhiy
10 de set de 2018 11:46

Responsável por ação antidesportiva, apertando o freio de Stefano Manzi durante o GP de San Marino, italiano deve ter contrato para 2019 rescindido também

Equipe de Romano Fenati na Moto2, a Marinelli Snipers divulgou nesta manhã que rescindiu o contrato com o italiano após o ocorrido durante o GP de San Marino do último domingo.

Fenati tentou agarrar a manete de freio de Stefano Manzi durante a corrida, o que o levou a uma bandeira preta e à suspensão de duas corridas.

Uma declaração de sua equipe na noite de domingo descreveu as ações como "imperdoáveis" e "um erro grave transmitido a todo o mundo".

A equipe já confirmou que não pretende terminar a temporada com Fenati, que deveria disputar outras quatro corridas com a Snipers depois de cumprir sua suspensão.

"Podemos comunicar que a Equipe Marinelli Snipers rescindirá o contrato com o piloto Romano Fenati a partir de agora por sua conduta antidesportiva, perigosa e prejudicial", diz o comunicado.

"Com extremo pesar, temos que notar que seu ato irresponsável colocou em risco a vida de outro piloto, e não pode ser desculpado de forma alguma."

Fenati deveria deixar sua equipe atual no final do ano e se juntar à Forward Racing, equipe na qual atua Manzi. O time terá como parceira a italiana MV Agusta no ano que vem. No entanto, o acordo de 2019 de Fenati também está sob sérias dúvidas, já que o presidente da MV Agusta, Giovanni Castiglioni, prometeu impedi-lo de correr pela empresa.

"Esta foi a pior e mais triste coisa que eu já vi em uma corrida de motos", escreveu Castiglioni em um post de mídia social.

“Os verdadeiros esportistas nunca agiriam dessa maneira. Se eu fosse a Dorna (promotora do mundial), eu o baniria das corridas. Quanto ao seu contrato para uma posição futura como piloto da MV Agusta na Moto2, vou me opor em todos os sentidos.”

"Isso não vai acontecer, ele não representa os verdadeiros valores da nossa empresa."

Em declarações à Movistar TV no domingo, Fenati sugeriu que Manzi compartilhasse a culpa pelos eventos da corrida.

No período que antecedeu o incidente, Manzi havia tirado Fenati da pista em uma tentativa de ultrapassagem equivocada, que acabou dando a ele uma punição de seis lugares no grid para a próxima corrida em Aragón.

“Primeiro houve contato e ele me empurrou para fora da pista. Mais tarde ele fez de novo ”, disse Fenati.

“Obviamente, isso não justifica minha ação, mas são sempre os mesmos pilotos que arruínam as corridas.”

“Não foi uma ação inteligente. Foi perigosa para ele, mas também para mim. Mas isso deve ser visto em perspectiva.”


Stefano Manzi, Forward Racing Remy Gardner, Tech 3 Racing Romano Fenati, Marinelli Snipers

Stefano Manzi, Forward Racing, Remy Gardner, Tech 3 Racing, Romano Fenati, Marinelli Snipers

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próxima Moto2 matéria
VÍDEO: Fenati toma bandeira preta por apertar freio de Manzi

Previous article

VÍDEO: Fenati toma bandeira preta por apertar freio de Manzi

Next article

Fenati pede desculpas por atitude: “Não fui um homem”

Fenati pede desculpas por atitude: “Não fui um homem”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Moto2
Pilotos Romano Fenati
Equipes Athina Forward Racing , Snipers Team , MV Agusta
Autor Valentin Khorounzhiy
Tipo de matéria Últimas notícias