Lorenzo: "2015 foi, provavelmente, última chance de Rossi"

Para Jorge Lorenzo, as reclamações Valentino Rossi mostram frustração do italiano por ter perdido aquela que espanhol considera ter sido última chance de se sagrar campeão da MotoGP

Jorge Lorenzo, campeão da MotoGP em 2015, Valentino Rossi está frustrado por ter perdido o título e por isso saiu criticando tanto ele quanto Marc Marquez. Rossi liderou praticamente todo o campeonato e perdeu a taça na corrida final para o companheiro de equipe.

Para Lorenzo, a frustração do italiano é compreensível, já que o tricampeão considera que 2015 pode ter sido a última oportunidade do piloto da moto #46, atualmente com 36 anos de idade, conquistar o décimo título no Mundial de Motovelocidade - a última conquista de Rossi foi em 2009, quando ele tinha 30 anos.

Além disso, o espanhol acredita que Rossi poderia ter sido campeão se tivesse sido tão veloz quanto ele e Marquez, que são mais jovens - o piloto da Yamaha tem 28 e o rival da Honda, 22. 

"Está claro que há pilotos mais jovens que são mais velozes do que ele e as estatísticas provam isso. Deve ser um tanto quanto frustrante para ele não ter sido veloz o suficiente e vencido mais corridas para chegar a Valência com uma vantagem maior", disse Lorenzo à imprensa espanhola. 

"Não sei o que vai acontecer no futuro, mas 2015 foi, provavelmente, a última chance de Rossi ser campeão do mundo. Toda essa controvérsia e o falatório não existiriam se Valentino tivesse sido tão veloz quanto Marc e eu."

Com um pouco mais de velocidade, a consistência que ele tem e sem o episódio de Sepang, ele chegaria a Valência com uma vantagem maior e teria vencido o campeonato facilmente. Não foi o que aconteceu e ele sabe que deixou a chance do décimo título escapar. Não é algo fácil de se aceitar", afirmou.

A conquista de 2015 foi a terceira de Lorenzo na MotoGP - as anteriores foram em 2010 e 2012 - e o espanhol não tem dúvida de que foi merecedor do título.

"No fim das contas, o vencedor é aquele com o maior número de pontos. É assim que o campeonato funciona. Mas você também precisa analisar como foi a temporada. As estatísticas, a velocidade, tudo isso mostra que eu mereci o título e por isso estou de cabeça erguida e celebrando o máximo que posso", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Valentino Rossi , Jorge Lorenzo
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias