Lorenzo: "Não queria cometer nenhuma loucura"

Espanhol admite que tentou recuperar liderança no fim, mas como se tratava de seu companheiro de equipe que briga pelo título, não quis arriscar

Um dos destaques do GP da Malásia da MotoGP foi Jorge Lorenzo, que vai mostrando aos poucos a sua completa adaptação ao estilo da moto da Ducati.

Mesmo no piso molhado, ele conseguiu chegar e ultrapassar o então líder da prova, Johann Zarco.

Com Andrea Dovizioso vindo no mesmo embalo, ele acabou cedendo a posição, após um erro na curva 15, quando restavam quatro voltas para o fim.

Após a prova, Lorenzo ressaltou suas qualidades e disse que seu foco era realmente a vitória, mas pela equipe, não queria se arriscar na busca pela liderança.

"Sempre disse que no molhado eu era forte e sabia que tinha possibilidades. Assim foi. Sabia que era uma questão de tempo para chegar em Zarco."

"Acelerei muito, mas Dovi estava me alcançando pouco a pouco e, no final, ele me passou. Tentei segui-lo, mas sabendo que era Dovi, não queria cometer nenhuma loucura."

"Depois do susto, cometi alguns erros, e ele tinha mais pneu dianteiro. Tentei manter o mesmo ritmo um pouco mais, mas não valia a pena arriscar uma queda para tentar vencer."

"Digamos que tentei 90%, mas no final, vi que eu tinha que correr muitos riscos nas freadas."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da Malásia
Sub-evento Domingo
Pista Sepang International Circuit
Pilotos Jorge Lorenzo
Tipo de artigo Últimas notícias