Médico: Rossi ficará afastado por pelo menos um mês

Responsável por realizar cirurgia no piloto da MotoGP diz que italiano está bem, mas indica que italiano deverá perder as próximas duas provas do campeonato

Valentino Rossi precisará descansar por um período “de 30 a 40 dias” de acordo com o médico que fez a cirurgia no piloto da MotoGP, que quebrou sua perna na quinta-feira.

Rossi fraturou a tíbia e a fíbula de sua perna direita em um acidente de motocross na Itália. Na última madrugada, ele passou por uma cirurgia a fim de inserir um pino de metal no local lesionado.

O médico responsável, Raffaele Pascarella, descreveu o procedimento como “perfeitamente bem sucedido”.

“Primeiro, quero dizer que Valentino está bem, e isso é o mais importante para todos nós”, disse, em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira.

“Acredito que ele certamente irá precisar de 30 a 40 dias, e, então, iremos avaliá-lo nas próximas semanas para ver como proceder.”

A MotoGP terá duas corridas os próximos 40 dias, em Misano e Aragón. As provas na Ásia e Oceania, em Motegi, Phillip Island e Sepang terão início no Japão, no dia 15 de outubro.

Pascarella acredita que o fato de Rossi ter fraturado a mesma perna em 2010, em um acidente em Mugello, não irá afetar na recuperação – apesar de admitir que a fratura atual foi “muito próxima” da anterior.  

“Não é ruim que tenha sido na mesma perna. É uma diferente história clínica.”

Rossi está em quarto no campeonato da MotoGP, 26 pontos atrás do líder, Andrea Dovizioso. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias