Miller crê que seu estilo de pilotagem é bom para Ducati

Australiano da Pramac elogia primeiras experiências com moto italiana: “estou muito feliz com o desempenho”

Depois de três anos andando de Honda na MotoGP, Jack Miller trocou a moto japonesa pela Ducati para a temporada de 2018. O australiano, vencedor de uma prova na MotoGP, gostou das primeiras experiências com o novo equipamento.

"Foi muito bom, sempre fomos sempre rápidos até agora nos três dias que andei", disse Miller.

"Estou feliz com isso, mas é claro que precisamos ir cada vez mais rápido.”

"No momento, meu estilo de pilotagem parece ser adequado à moto, mas temos que esperar, é claro, até o próximo ano para as corridas antes de sabermos qualquer coisa.”

"A moto tem seus aspectos positivos e negativos, mas, em geral, estou realmente feliz com o desempenho."

Miller destacou a estabilidade na frenagem e a aceleração suave como pontos fortes da Desmosedici.

"Estou realmente gostando da estabilidade que tenho freando, o quão tarde posso frear e como a moto é rápida na aceleração", disse ele. "É tão suave.

"Eu consigo fazer algumas linhas diferentes que normalmente não seria capaz de fazer.”

"É diferente, mas estou lentamente me dando conta de tudo e realmente gostando muito. É bem rápido."

Miller também reconhece que a Ducati vira bem, algo que a maior parte dos integrantes do time de Bolonha reclama.

Quando lhe disseram que ele é o único feliz com a aderência dianteira da GP17, Miller disse por brincadeira: "Talvez alguns deles precisem andar em outras motos".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Jack Miller
Equipes Alma Pramac Racing
Tipo de artigo Últimas notícias