Redding admite que seu tempo na MotoGP “acabou”

compartilhar
comentários
Redding admite que seu tempo na MotoGP “acabou”
Por: Chris Stevens
Traduzido por: Daniel Betting
17 de set de 2018 21:31

Piloto da Aprilia na MotoGP, Scott Redding, diz que precisa "aceitar" que seu tempo no topo do motociclismo terminou enquanto continua a ponderar onde correr em 2019

Foi anunciado em junho que Andrea Iannone, da Suzuki, irá substituir Scott Redding na Aprilia no próximo ano, deixando-o sem opções para permanecer na MotoGP.

Desde então, Redding vem avaliando várias opções em relação ao seu futuro, embora o papel de piloto de testes que o fabricante italiano lhe ofereceu inicialmente tenha ido para seu compatriota Bradley Smith.

"Desejo a ele [Smith] toda a sorte. Não vai ser fácil, mas há uma boa equipe por trás e o que eles querem alcançar, eles estão trabalhando para isso, não há dúvida sobre isso”, disse Redding.

“Eu tenho algumas opções, preciso tomar a decisão certa. Eu preciso realmente pensar sobre o meu futuro para me recuperar, para vencer novamente.”

Leia também:

“Eu preciso dar um pequeno passo para o lado e então preciso descobrir como avançar novamente. Então eu tenho algumas boas opções e definitivamente será interessante."

Sobre a possibilidade de voltar para a MotoGP em 2020, Redding disse: “Honestamente, há muitos pilotos jovens chegando. Todos os anos há dois ou três jovens pilotos.”

"Meu tempo acabou, está feito, preciso aceitar e seguir em outra direção."

Entre as opções de Redding para 2019 está uma mudança para o World Superbike, Superbike Britânica com a equipe top da Ducati, Paul Bird Motorsport, e um possível retorno à Moto2, onde ele correu entre 2010 e 2013.

Redding disse que não há ressentimentos com a Aprilia, apesar de ele ter rotulado a moto do RS-GP como um "pedaço de merda" na Áustria, uma explosão que ele não acredita que lhe custou a chance de continuar na equipe.

"O que aconteceu na Áustria não me ajudou, mas no final discutimos e eu me expliquei", disse.

“Talvez eu estivesse demorando muito para tomar uma decisão, mas não vou me apressar. Minha carreira pode estar prestes a terminar, então não vou me apressar para tomar minha próxima decisão.”

"Eu preciso fazer o que é certo para mim no futuro e ser um piloto de testes não era minha principal prioridade, eu vou admitir isso. Eu acho que você pergunta a qualquer um que eles concordam. Você tem 25 anos, você tem muito talento. Por que você deveria ir e ser um piloto de testes?”

“Foi uma opção, gostaria de ter feito e ter tido a oportunidade de regressar à MotoGP, mas quais eram as hipóteses de eu voltar à MotoGP? Eu não vou dar voltas para não fazer nada no final. Eu quero correr."

Reportagem adicional de Lena Buffa

Scott Redding, Aprilia Racing Team Gresini

Scott Redding, Aprilia Racing Team Gresini

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próxima MotoGP matéria
Pilotos protestam e francês tem entrada negada na MotoGP

Previous article

Pilotos protestam e francês tem entrada negada na MotoGP

Next article

Dovizioso: Corrida em Aragón será grande teste para a Ducati

Dovizioso: Corrida em Aragón será grande teste para a Ducati
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Scott Redding
Equipes Aprilia Racing Team Gresini
Autor Chris Stevens
Tipo de matéria Últimas notícias