Rossi: Acho que vou continuar correndo por dois anos

compartilhar
comentários
Rossi: Acho que vou continuar correndo por dois anos
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
2 de mar de 2018 20:26

Piloto italiano segue insatisfeito com moto e aponta Marc Márquez e Andrea Dovizioso como favoritos para primeira prova do campeonato

Bikes of Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

A MotoGP está prestas a começar a temporada 2018, mas Yamaha ainda tem muito trabalho a fazer. Nem Valentino Rossi e nem Maverick Viñales conseguiram ter a M1 ao seu gosto. Novamente, a melhor Yamaha desta sexta-feira foi o Johann Zarco, quarto colocado, a três décimos de Iannone. O francês esteve sempre entre os primeiros e hoje é o melhor ativo da equipe japonesa.

Em relação ao time oficial, Viñales apenas melhorou dois milésimos de seu tempo na quinta-feira e terminou em sétimo, enquanto que Rossi ficou fora do top-10.

O #46 diz que poderia ter feito uma volta mais rápida, mas o que realmente o preocupa é o ritmo de corrida. Como explicou, seu pneu dianteiro não aguenta e depois de várias voltas ele é forçado a diminuir a velocidade.

"Não fui para uma rápida volta", admite Rossi. "Minha posição não é fantástica, mas eu poderia melhorar alguns décimos, fiz sete ou oito voltas como simulação de corrida e não era ruim, mas temos um problema com o pneu dianteiro, com o macio, que é o que eu gosto. No final, depois de algumas voltas eu tenho que diminuir a velocidade, temos que tentar consertar isso para o sábado."

Rossi volta a apontar para a eletrônica como causa dos males sofridos pela Yamaha.

"Eu me sinto bem com o chassi, temos que trabalhar na eletrônica", explica ele.

Rossi terminou quase oito décimos do tempo de Iannone. O piloto fez sua previsão para a primeira corrida e, embora não estivesse surpreso com o que a Suzuki fez, ele aposta em Márquez e Dovizioso.

"O que mais me impressionou é Dovizioso, ele está indo muito bem e a Ducati, também, mas Iannone também está indo bem, ele sempre foi bom, e Márquez, no final, também foi rápido."

Juntamente com o anúncio de ontem, de que não terá uma equipe da MotoGP antes de 2021, Rossi também disse que "provavelmente correrá nos próximos dois anos". Embora o italiano tenha revelado seus planos, ele queria deixar claro que sua renovação ainda não está fechada.

"Ainda estamos falando com a Yamaha, mas acho que sim, vou continuar correndo por dois anos", disse.

Próxima MotoGP matéria
Equipes recebem protocolo para teste molhado no sábado

Previous article

Equipes recebem protocolo para teste molhado no sábado

Next article

Iannone surpreende favoritos e lidera no Catar

Iannone surpreende favoritos e lidera no Catar