Sete Gibernau sai de aposentadoria para correr na MotoE

compartilhar
comentários
Sete Gibernau sai de aposentadoria para correr na MotoE
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
12 de nov de 2018 11:14

Espanhol vice-campeão na MotoGP em 2003 e 2004 irá competir na nova categoria de motos elétricas pela equipe Pons

Vencedor de corridas na MotoGP, Sete Gibernau sairá da aposentadoria na próxima temporada para correr na MotoE – novo campeonato de motos elétricas.

Gibernau, de 45 anos, é o mais recente piloto a se inscrever para participar do novo mundial de cinco provas após acordar contrato com a equipe Pons.

O espanhol competiu pela última vez em 2009 com a equipe Onde 2000, depois de um intervalo de três anos. Ele fez seis corridas antes de a equipe encerrar atividades. Mais recentemente, Sete trabalhou como coach de Dani Pedrosa, mas a parceria terminou neste ano quando o piloto da Repsol Honda decidiu se aposentar.

"Claro, nunca pensei que iria participar de um campeonato de motociclismo desde que me aposentei permanentemente, mas a vida sempre guarda surpresas para você, depois de dez anos aposentado e sem competir, estou aqui", comentou Gibernau.

"Agradeço a Sito (Pons, dono da equipe) pela oportunidade que ele me deu. Tendo insistido tanto para me convencer a fazer desse novo desafio em minha vida um novo sonho, vou trabalhar duro para atender ao chamado de alguém como Sito.”

"Isso me deixa muito animado para viver e pilotar esta nova geração de motos elétricas e fazer a minha parte para melhorar o seu desenvolvimento."

Gibernau fez uma corrida para a Pons nas 250cc em 1995, e teve seu maior sucesso na MotoGP com a Gresini.

"Estávamos claros de que tínhamos que ter um piloto experiente e não vejo nenhuma opção melhor do que Sete Gibernau para participar deste projeto", disse Pons.

"Eu tinha certeza que ele estaria preparado e daria o seu melhor, como sempre fez em sua carreira esportiva para lutar pelas primeiras posições.”

"Sua experiência e habilidade é o que faz dele a referência na categoria. Estou muito feliz por tê-lo e quero começar a trabalhar juntos neste novo desafio."

Gibernau vai se juntar aos ex-MotoGP Bradley Smith, Xavier Simeon e Randy de Puniet no grid de MotoE no ano que vem.

Next article
Suzuki: Iannone foi dispensado por motivos de “negócios”

Previous article

Suzuki: Iannone foi dispensado por motivos de “negócios”

Next article

Lorenzo: “Em forma, Viñales é mais veloz que Rossi”

Lorenzo: “Em forma, Viñales é mais veloz que Rossi”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Sete Gibernau
Equipes Pons Racing
Autor Jamie Klein