Zarco se vê na obrigação de mirar vitória a cada prova

Após fim de semana forte no Catar, piloto da Tech3 acredita que precise ser otimista para sequência do mundial

Depois de liderar 17 das 22 voltas do GP do Catar, Johann Zarco diz que agora não pode mais ir a uma prova da MotoGP sem pensar que pode ganhar. O francês fala que não tem outra opção após o bom início da temporada de 2018.

"No começo, sem ter iniciado o fim de semana, você precisa mirar na vitória", disse Zarco em uma recente entrevista coletiva em Paris.

“Essa é a ambição. Então, de acordo com o que acontecer nos treinos e se você enfrentar algumas dificuldades, como problemas de acerto ou talvez alguma dificuldade na moto, então talvez você tenha que revisar este objetivo.”

"Mas quando você vem forte de um GP do Catar como eu, não há outra opção além de tentar a vitória."

Perguntado sobre o que o tirou da disputa da vitória no Catar, Zarco respondeu: "um pouco de sorte. Você precisa lutar e jogar suas cartas”.

"Desta vez, a sorte não estava do meu lado, então eu precisarei esperar até a Argentina. Tenho que ir com a vitória em mente e entender a situação do final de semana."

Grande parte da corrida do Catar foi caracterizada pela conservação dos pneus, com o vencedor Andrea Dovizioso e o segundo classificado, Marc Márquez, aguardando até as últimas cinco voltas para abrirem de fato à frente do resto.

Zarco, no entanto, negou que liderar o grid por tanto tempo tenha contribuído para seus problemas nos estágios finais da corrida, dizendo que isso poderia, em vez disso, ter ajudado sua posição no final.

"Tudo estava bem com o consumo de pneus", disse ele. "Até diria que teria usado mais o meu pneu dianteiro se estivesse atrás e não na frente".

"Eu faria tudo novamente. Tudo estava no controle. Em um ponto, eu estava com esperança. Eu disse a mim mesmo: 'se ninguém está me passando, isso significa que eu ainda sou muito rápido, então vamos ver o que acontece'.”

"Eu sinto que quando você corre atrás de outro piloto, você dá mais, e no final fazer minha própria linha pode ter me ajudado a segurar a liderança até cinco voltas, quando comecei a cair para oitavo."

Reportagem adicional por Lena Buffa

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Johann Zarco
Equipes Monster Yamaha Tech 3
Tipo de artigo Últimas notícias