Jeff Gordon alerta: fãs querem ver pilotos “verdadeiros”

compartilhar
comentários
Jeff Gordon alerta: fãs querem ver pilotos “verdadeiros”
Por:
15 de jan de 2019 20:58

A carreira de Jeff Gordon como comentarista da NASCAR provou ser uma "revelação" em pelo menos um aspecto

Jeff Gordon signs autographs for his fans
Fans thank Jeff Gordon
Fans sign memoribilia for the retiring Jeff Gordon, Hendrick Motorsports
Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet
Fan gathering outside the garage of Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet
Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet
French fans of Jeff Gordon
Kevin Harvick takes the checkred flag ahead of Jeff Gordon

Em entrevista recente ao Motorsport.com sobre sua decisão de assinar uma extensão de contrato com a Fox Sports Americana, o tetracampeão e lenda da NASCAR, Jeff Gordon disse que sua mudança para a TV ajudou a lançar uma nova luz sobre um aspecto da carreira de um piloto.

"A maior surpresa para mim, que eu gostaria de ter prestado mais atenção ou ter essa perspectiva quando competia era o quanto as pessoas ressoam com a personalidade de um piloto", disse Gordon, de 47 anos.

“Muitas vezes, como piloto, você está apanhado na competição. Tudo é sobre ganhar ou conseguir um melhor resultado. E você acha que se tiver um desempenho melhor, os patrocinadores virão, se tiver um desempenho melhor, então vou ter mais fãs.”

“Mas você tem que mostrar sua personalidade. Isso não significa que você precisa se divertir o tempo todo, as pessoas querem ver o ‘verdadeiro eu’. Eles querem conhecê-lo como pessoa, bem como um piloto de corrida."

Gordon, que será introduzido ao Hall da Fama da NASCAR no mês que vem, disse que muitos pilotos, incluindo ele mesmo, em determinado momento, tendem a ser muito cautelosos, preferindo não se abrir para possíveis críticas.

"Acho que perdemos um pouco", disse ele. “Olho para os personagens e personalidades que construíram o esporte. E enquanto havia alguns grandes pilotos na pista, eu acho que o que realmente atraiu as pessoas para esses personagens são as personalidades.”

“Sinto que chegamos ao ponto em que há tanto negócio, há muito dinheiro envolvido em conseguir um carro na pista e formar uma equipe que o lado corporativo deixou os pilotos menos abertos para nos mostrar quem eles realmente são."

Abraçando o papel

Gordon disse que os pilotos às vezes abraçam os papéis em que os fãs investem, mesmo quando isso não representa verdadeiramente o tipo de pessoa que eles são.

"Mesmo Dale Earnhardt Sr., ele não era necessariamente um cara que você diria que atuava como um personagem, ele não era esse tipo de pessoa", disse Gordon. “Mas ele reconheceu - em parte porque ele tinha uma incrível base de fãs que lhe dava confiança – que podia fazer coisas para mostrar que esse era o lado dele e seus fãs iriam abraçá-lo na maior parte do tempo.”

“Para Darrell (Waltrip), acho que fazia parte de sua personalidade e ele tinha a capacidade de corresponder na pista. Muita gente abraçou - nem todo mundo - mas foi divertido.”

“Você tinha pessoas que queriam ver a corrida, mas também não podiam esperar para ver a entrevista deles depois para ver se ele estava louco ou feliz ou isso ou aquilo. O que ele vai dizer sobre o que aconteceu na pista?”

Gordon, que acumulou sua própria base de fãs ao mesmo tempo em que marcou uma carreira notável, que incluiu 93 vitórias na Cup Series, disse que inicialmente achou difícil compartilhar sua personalidade.

“Mais tarde na minha carreira, comecei a me abrir mais. No início da minha carreira, eu estava muito parecido com "não quero ser excessivamente analisado ou criticado" ou "eu só quero dizer a coisa certa", disse ele.

“Mais tarde na vida você percebe que ainda posso dizer coisas para revelar quem eu sou mais e não necessariamente perder patrocinadores. Se torna algo que tem um pouco de arte para isso.”

Next article
Ex-presidente da Joe Gibbs, J.D. Gibbs morre aos 49 anos

Previous article

Ex-presidente da Joe Gibbs, J.D. Gibbs morre aos 49 anos

Next article

Patriarca de equipe mais antiga da NASCAR morre aos 93 anos

Patriarca de equipe mais antiga da NASCAR morre aos 93 anos
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria NASCAR Cup
Pilotos Jeff Gordon
Autor Jim Utter