Pegos no antidoping, Foresti e Matos são afastados por 1 mês

Pilotos têm prazo de cinco dias para apresentarem defesa à Comissão Disciplinar do STJD da Confederação Brasileira de Automobilismo

Os pilotos Lucas Foresti e Rafa Matos foram afastados temporariamente por 30 dias das competições por causa dos exames antidoping positivos testados após a etapa de Curitiba da Stock Car, em outubro. Desta forma, os dois não devem participar da etapa final da categoria, marcada para os dias 12 e 13 de dezembro em Interlagos.

Em nota divulgada em seu site oficial, a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) diz que os pilotos terão o prazo de cinco dias, a contar da última segunda-feira, para apresentarem defesas à Comissão Disciplinar do STJD da entidade.

O MOTORSPORT.COM revelou com exclusividade na última quinta-feira que o vencedor da corrida 2 em Curitiba, Lucas Foresti, havia sido flagrado no exame antidoping pela presença de esteroides anabolizantes.

O caso de Rafa Matos foi confirmado pela própria equipe do piloto, mas até o momento não foi divulgada a substância encontrada em sua urina.

Nos últimos anos a Stock Car tem somado diversos problemas relacionados ao doping. Em 2008, Paulo Salustiano, então na Stock Light, foi pego com uma substância proibida que não fora revelada na época. Ele perdeu seus pontos conquistados até ali na temporada. 

Em 2009, foi a vez do ex-F1 Tarso Marques ter problemas com o exame. O piloto testou positivo para o uso de anabolizantes e foi afastado das pistas no meio de 2010.

Em 2012, um exame com Marcos Gomes na etapa do Velopark deu positivo para uma substância ilícita e o piloto foi suspenso do fim da temporada, só retornando em 2013. Marquinhos teve também seu contrato rescindido com a equipe Full Time na época. Na mesma prova, Alceu Feldmann se recusou a fazer o antidoping e também foi suspenso.

O último caso aconteceu em 2013, quando Ricardo Sperafico foi reprovado em um teste na etapa de Salvador.

Confira a nota na íntegra:

Por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), foi determinado o afastamento dos pilotos Lucas Constantino Bethonico Foresti (Lucas Foresti) e Raphael Costa Silva Matos (Rafa Matos) das competições automobilísticas em razão dos resultados de exames antidoping desportivo pelas empresas especializadas e credenciadas pela WADA – Agência Mundial Antidoping.

Os pilotos foram comunicados sobre a decisão do afastamento de competições automobilísticas pelo prazo de 30 dias, tendo o prazo de cinco dias para remeterem suas defesas à Comissão Disciplinar do STJD da Confederação Brasileira de Automobilismo.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias