Serra é 3º em Interlagos e conquista título da Stock Car

Mesmo não vencendo, piloto confirma favoritismo, após vitória de Ricardo Maurício. Thiago Camilo foi o 14º

Daniel Serra é o grande nome da Stock Car em 2017. Entrando como favorito e largando na segunda posição, ele completou a etapa de Interlagos na terceira posição, ficando atrás apenas de Ricardo Maurício, vencedor da prova, e de Max Wilson, configurando a trinca da equipe de Rosinei Campos.

Thiago Camilo bem que tentou, mas seu carro não teve o ritmo necessário e ele foi apenas o 14º colocado.

Marcos Gomes foi o quarto colocado e Rubens Barrichello terminou em quinto. Augusto Farfus, que visitou a categoria neste fim de semana, foi o sétimo. 

A Corrida

Antes da largada, os pilotos que conseguiram o botão de ultrapassagem extra foi anunciado: Rubens Barrichello, Augusto Farfus, Diego Nunes, Bia Figueiredo, Átila Abreu e Thiago Camilo.

Na largada, Ricardo Maurício manteve a ponta, com Serra também mantendo o segundo posto. Camilo não começou bem e caiu para a 10ª posição. Lucas Foresti e Allam Khodair foram os únicos a terem algum tipo de problema na primeira volta, rodando sem gravidade.

Com o auxílio do push to pass, Serra manobrou sobre seu companheiro de equipe na abertura do segundo giro, se tornando líder da prova. Na volta seguinte, Ricardinho até deu o troco, mas o carro #29 voltou a ser o líder pouco tempo depois.

César Ramos, na terceira posição, tentava chegar perto da dupla que comandava a prova, mas sem sucesso.

Camilo continuava não conseguindo avançar e lutava para manter o 10º lugar com Felipe Lapenna. Enquanto isso, na nona volta, Márcio Campos e Guga Lima rodaram.

Na 11ª, Serra fez seu pit stop obrigatório, com a troca de dois pneus do lado direito. Ao mesmo tempo, Galid Osman rodou e abandonou a prova. Camilo entrou ao final da 16ª.

Após o término do ciclo de paradas, Maurício voltava a ser líder, com Max Wilson em segundo e Serra em terceiro, configurando a trinca da equipe de Rosinei Campos. Camilo caiu para a 13ª posição.

O piloto do carro #21 ainda perdeu mais um posto, quando restavam quatro minutos, ficando cada vez mais longe da conquista.

E foi o que aconteceu: não houve mudanças nas voltas finais e Ricardo Maurício venceu a etapa de Interlagos, com Max Wilson em segundo e Daniel Serra, o novo campeão da Stock Car, em terceiro.

Resultado

Posição Número Piloto Equipe
1 90 Ricardo Mauricio Eurofarma RC
2 65 Max Wilson RCM Motorsport
3 29 Daniel Serra Eurofarma RC
4 80 Marcos Gomes Cimed Racing
5 111 Rubens Barrichello Full Time Sports
6 87 Diego Nunes Hero Motorsport
7 544 Augusto Farfus Hero Motorsport
8 40 Felipe Fraga Cimed Racing Team
9 4 Julio Campos Prati-Donaduzzi Racing
10 46 Vitor Genz Eisenbahn Racing Team
11 5 Denis Navarro Cimed Racing Team
12 117 Guilherme Salas Vogel Motorsport
13 10 Ricardo Zonta Shell Racing
14 21 Thiago Camilo Ipiranga Racing
15 77 Valdeno Brito Eisenbahn Racing Team
16 110 Felipe Lapenna Cavaleiro Sports
17 0 Cacá Bueno Cimed Racing
18 83 Gabriel Casagrande Vogel Motorsport
19 73 Sergio Jimenez Bardahl Hot Car
20 1 Antonio Pizzonia Prati-Donaduzzi Racing
21 25 Tuka Rocha RCM Motorsport
22 18 Allam Khodair Full Time Sports
23 8 Rafael Suzuki Cavaleiro Sports
24 51 Átila Abreu Shell Racing
25 3 Bia Figueiredo Full Time Academy
26 12 Lucas Foresti Full Time Academy
27 30 Cesar Ramos Blau Motorsport
28 188 Beto Monteiro  
29 555 Renato Braga  
30 28 Galid Osman Ipiranga Racing
31 31 Marcio Campos Blau Motorsport
32 9 Guga Lima Bardahl Hot Car

 

 

 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Evento Interlagos
Pista Autódromo José Carlos Pace
Pilotos Daniel Serra
Tipo de artigo Relato da corrida