Alonso explica diferenças na pilotagem entre F1 e WEC

Piloto espanhol fala de dificuldades de se adaptar às corridas de longa duração com comportamento do carro variável

Fazendo a temporada do WEC simultaneamente com a da Fórmula 1 neste ano, Fernando Alonso terá muitas corridas nos próximos meses. Mas para o bicampeão do mundo o que é mais desafiador na nova rotina?

Em entrevista durante o GP da Espanha, ele disse que se readaptar ao carro e ao estilo de condução do WEC depois de andar de F1 tem sido o mais complicado da experiência.

“Tenho um pouco mais de dificuldade quando vou da Fórmula 1 para o WEC, porque os estilos de condução são muito diferentes”, iniciou Fernando.

“Eu acho que quando eu voltar aqui (para a F1) eu não precisarei de nenhuma adaptação. Estou imediatamente confortável com tudo. Foi o que aprendi e o meu estilo de pilotagem foi desenvolvido para a Fórmula 1, por isso não espero nenhum problema no regresso.”

Para Fernando, não poder estar tão próximo do limite em um carro do WEC é o mais complicado.

“Eu acho que estou mais perto do limite em um carro de F1. Você precisa se maximizar, você precisa chegar à perfeição a cada volta e repetir essa perfeição várias vezes. Esse é o estilo da Fórmula 1.”

“No WEC, você tem que ser super flexível e ter uma mente super aberta em tudo. Você não vai repetir a mesma volta por seis horas. Você vai encontrar tráfego em lugares diferentes, você terá condições diferentes, você terá pneus mais e menos desgastados. Você terá tudo.”

"Então, ter essa flexibilidade em termos de direção eu acho que é muito bom para mim.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1 , WEC
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias