Brawn quer “achar soluções” para manter Silverstone na F1

compartilhar
comentários
Brawn quer “achar soluções” para manter Silverstone na F1
10 de jul de 2018 15:58

Dirigente da F1 lamenta negociações públicas, mas reforça desejo em renovar contrato que, atualmente, vai até 2019

Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, leads Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14, and the rest of the field at the start of the race
Ross Brawn, Managing Director of Motorsports, FOM
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14, leads Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18, Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18, and Marcus Ericsson, Sauber C37, for practice starts at the end of the session
A view of the start/finish straight

Diretor técnico da F1, Ross Brawn admitiu que a categoria está disposta a “encontrar soluções” para manter Silverstone no calendário, uma vez que o atual contrato com o autódromo está perto de seu desfecho.

Originalmente, Silverstone possuía um acordo para sediar o GP da Grã-Bretanha até a edição de 2026. Contudo, no ano passado, o BRDC (grupo proprietário da pista) acionou a cláusula de rompimento deste contrato, uma vez que o grupo quer renegociar a taxa de reajuste anual prevista no acordo original.

Assim, o contrato em seus atuais termos prevê a realização do GP em Silverstone somente até 2019 – e acredita-se que as negociações para o futuro ainda não estão encaminhadas.

Brawn, porém, está disposto a manter a corrida em seu palco mais tradicional. “Tenho certeza de que encontraremos uma solução com Silverstone, porque não podemos deixar isso para trás”, disse, em entrevista à emissora Sky Sports.

“A frustração é que as negociações estão acontecendo em público. Em todos os circuitos com que negociamos, fazemos isso de forma discreta, mas, por alguma razão, Silverstone escolhe deixar tudo público, o que causa mais dificuldades. Mas encontraremos uma solução.”

Silverstone, palco do primeiro GP oficial da F1, em 1950, já recebeu 52 edições da corrida inglesa. Atualmente, a pista é a única na Inglaterra que possui homologação suficiente da FIA para receber uma prova de F1.

Próxima Fórmula 1 matéria
Vettel x Prost: Quem é o melhor depois das 51 vitórias?

Previous article

Vettel x Prost: Quem é o melhor depois das 51 vitórias?

Next article

Análise técnica: O que levou a Ferrari a vencer na Inglaterra

Análise técnica: O que levou a Ferrari a vencer na Inglaterra

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias