China confirma novo acordo de três anos com a F1

De acordo com informações obtidas pelo Motorsport.com, o GP da China renovará seu contrato com a Fórmula 1 até 2020

No calendário provisório da categoria máxima emitido há vários meses, o GP da China foi marcado com um asterisco, o que significa que as negociações do contrato ainda estavam em espera. Este também foi o caso da corrida de Cingapura, que recentemente foi confirmada até 2021.

Fontes disseram à Motorsport.com que os executivos da F1 finalizaram os detalhes de um novo contrato de três anos com o promotor do GP de China após reuniões "positivas" desde abril. A China recebe o GP da Fórmula 1 desde 2004 no Circuito Internacional de Xangai.

No entanto, a primeira versão do calendário apresentado sugeriu a data de 8 de abril para a corrida e que originalmente foi planejada para sediar a segunda etapa da temporada F1 de 2018.

No entanto, entende-se que irá trocar datas com o Bahrein, que vai voltar para o dia 15 de abril. A expectativa dessa mudança é esperada no próximo ano durante o Conselho Mundial de Esportes a Motor da FIA.

A data original de 8 de abril não era ideal para Xangai porque queria evitar um feriado nacional quando muitos moradores locais deixaram a cidade. Além disso, uma ligeira mudança de data poderia ajudar o GP a evitar o pior da estação chuvosa.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias