Diretor de segurança deixa a FIA para se juntar à Ferrari

compartilhar
comentários
Diretor de segurança deixa a FIA para se juntar à Ferrari
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble , Formula 1 Editor
14 de mar de 2018 15:11

Laurent Mekies, que trabalhou anteriormente na Toro Rosso e estava na FIA desde 2014, iniciará suas funções em Maranello a partir de setembro

Laurent Mekies, FIA Safety Director
Laurent Mekies, FIA Safety Director
Laurent Mekies, FIA Safety Director and Charlie Whiting, FIA Delegate walk the track
Charlie Whiting, FIA Delegate and Laurent Mekies, FIA Safety Director
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H

A Ferrari persuadiu o diretor de segurança da FIA, Laurent Mekies, a deixar a entidade em uma mudança que deverá reacender o debate sobre os segredos técnicos das equipes.

Menos de seis meses após a contratação de Marcin Budkowski, diretor técnico da FIA, por parte da Renault, o que provocou muitas queixas das equipes, a Ferrari anunciou que Mekies se juntará ao time em um cargo que não foi revelado.

Mekies reportará a Mattia Binotto, diretor técnico da Ferrari, quando ele se juntar à equipe, em setembro.

Em um comunicado divulgado pela FIA, a entidade disse que Mekies deixará suas responsabilidades na F1 imediatamente, mas continuaria trabalhando em cargos de segurança enquanto cumpre o período de três meses de quarentena.

“Até sua saída da FIA, em junho, Mekies continuará trabalhando como diretor de segurança da FIA”, disse a entidade.

“Contudo, ele cessará imediatamente todas suas atividades na F1 e não estará mais envolvido no assunto, deixando seu cargo como vice-diretor de provas da F1 em efeito imediato.”

Mekies se juntou à FIA em outubro de 2014 como diretor de segurança, trabalhando em assuntos em todos os campeonatos, além de fazer atividades de pesquisa e desenvolvimento e homologação.

No começo de 2017, ele foi nomeado como vice-diretor de provas da F1 e era visto como um potencial sucessor ao atual diretor de provas, Charlie Whiting.

Ainda está incerto como as equipes reagirão à mudança de Mekies, mas a chegada de Budkowski à Renault causou grande desconforto, o que obrigou a equipe francesa a adiar sua chegada até abril.

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias