FIA define testes de Halo para 2018

Equipes podem finalizar especificações do chassi de 2018 depois que a FIA confirmou detalhes sobre como o novo teste de carga do dispositivo de proteção de cockpit será realizado

A FIA deu detalhes completos sobre o Halo, que será introduzido na próxima temporada, e as cargas esperadas para que as montagens do chassi sejam compartilhadas, mas as equipes estavam esperando informações sobre os testes de carga que serão aplicados.

O atraso na definição dos testes causou frustração para algumas equipes, particularmente aquelas cujo nível de recursos significa que os principais parâmetros de projeto devem ser finalizados antecipadamente.

Mas, depois de conversas com as equipes, a FIA definiu os parâmetros dos testes e modificou as normas técnicas, após reunião do Conselho Mundial do Esporte a Motor em Paris.

Em relação ao teste, a FIA diz que uma estrutura "manequim" deve ser usada no lugar do Halo.

Para cada teste, as cargas máximas devem ser aplicadas em menos de três minutos e devem ser mantidas por cinco segundos.

Após cinco segundos de aplicação, não deve haver falha em nenhuma parte da célula de sobrevivência ou em qualquer anexo entre a estrutura e a célula de sobrevivência.

A natureza da carga e a forma como é aplicada estão detalhadas nos regulamentos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias