Giovinazzi: Bons testes não me garantirão na F1

compartilhar
comentários
Giovinazzi: Bons testes não me garantirão na F1
Por: Scott Mitchell
2 de ago de 2018 14:12

Depois de atuar pela Ferrari e pela Sauber na Hungria, piloto italiano espera conseguir lugar no grid para 2019, mas não se ilude

Antonio Giovinazzi disse que seu desempenho no teste da Hungria para Ferrari e Sauber não é garantia de que ele ganhará uma vaga no grid para a próxima temporada.

O italiano liderou os tempos no primeiro dia do teste de Hungaroring na Ferrari e ficou em quarto com a Sauber no segundo dia.

O tempo de Giovinazzi na Ferrari foi 0s001 mais rápido do que o de Kimi Raikkonen, quando o finlandês assumiu o SF71H na quarta-feira. Ele foi 0s6 mais rápido na Sauber do que o piloto oficial do time, Marcus Ericsson.

Perguntado pelo Motorsport.com o quão feliz ficou com seu desempenho a fim de impressionar times para a próxima temporada, Giovinazzi disse: "estou muito feliz”.

"Terça-feira foi um bom dia com a Ferrari, quarta-feira também com a Sauber. Mas o fato de eu fazer um bom trabalho não é certeza de que vou ter um assento para o próximo ano."

"Tudo vai mudar, o que eu vou fazer é o meu melhor e vamos ver se vai acontecer ou não."

Giovinazzi pilotou pela Sauber no primeiro treino antes do GP da Hungria do último final de semana e vai repetir isso em outros quatro GPs antes do final da temporada.

Ele é um candidato sério para um lugar na equipe suíça no próximo ano por conta de sua relação cada vez mais próxima com a Ferrari, time cujo qual Giovinazzi faz parte da academia de jovens pilotos e trabalha como piloto de simulador e piloto de testes.

Uma ida para a Sauber reuniria Giovinazzi com a equipe na qual ele fez suas duas primeiras corridas de F1, tendo substituído Pascal Wehrlein nas duas primeiras corridas da temporada passada, quando o alemão estava se recuperando de uma lesão.

Giovinazzi impressionou em sua estreia na Austrália, tendo sido apenas chamado pelo time suíço antes do treino final, Porém, ele teve um segundo final de semana ruim na China e bateu duas vezes.

Perguntado pelo Motorsport.com se sentiu que tinha negócios inacabados na F1 depois disso, Giovinazzi disse: "você não pode imaginar. Eu realmente quero voltar".

Ele acrescentou: "agora, vamos ver. Eu ainda tenho quatro TL1s com a Sauber. No final do ano, espero poder ter o assento que quero".

Próxima Fórmula 1 matéria
Massa revela mágoa com Piquet pós-2008: nunca veio conversar

Previous article

Massa revela mágoa com Piquet pós-2008: nunca veio conversar

Next article

Renault diz que problemas mecânicos são culpa da Red Bull

Renault diz que problemas mecânicos são culpa da Red Bull
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Antonio Giovinazzi
Equipes Ferrari Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias