Hamilton diz ter “orgulho” de não errar como Vettel

compartilhar
comentários
Hamilton diz ter “orgulho” de não errar como Vettel
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
17 de set de 2018 11:48

Piloto da Mercedes celebra nova vitória, mas se mantém em posição de ataque: “estamos sendo diligentes e trabalhando o máximo que podemos”

Lewis Hamilton disse que se sente orgulhoso por não ter cometido os erros que arruinaram a temporada de Sebastian Vettel, insistindo que a Mercedes não "teve sorte" em sua forte posição atual.

A vitória de Hamilton no GP de Cingapura o ajudou a abrir uma vantagem de 40 pontos sobre Vettel no campeonato de pilotos.

"Eu não olho para isso e penso 'nós tivemos sorte'", disse Hamilton. "Quando Vettel bateu na parede no outro dia, danificou o carro e perdeu tempo na pista, e lucramos com isso. Tenho muito orgulho em não me colocar nessas posições”.

"Eu sei que minha equipe está confiando em mim assim como a equipe dele está confiando nele. Há muita pressão sobre nós, pilotos. São apenas pequenas porcentagens que você erra, mas elas têm ramificações maiores."

"Como equipe, nós honestamente não perdemos tempo imaginando o que eles estão fazendo, ou se estão sentindo pressão, ou se estão se sentindo felizes ou infelizes. Não há nada que possamos fazer sobre eles, tudo o que podemos fazer é o melhor que pudermos durante um fim de semana."

Hamilton continua firme em sua crença de que a Mercedes continua a forte nesta temporada, sem ter o carro mais rápido na maior parte do ano.

Apesar de sua vantagem considerável na classificação, Hamilton diz que nem ele e nem sua equipe de Mercedes estão se empolgando em pensar que a batalha acabou.

"Ainda há muitos pontos disponíveis, então, como atleta, como equipe e como competidores, você tem que permanecer positivo", disse ele.

"Esperança e crença são duas coisas que você sempre precisa ter certeza. Mesmo quando as coisas ficam difíceis, é sobre isso que o esporte e a competição se tratam.

"Então, tenho certeza de que eles (a Ferrari) vão superar este final de semana difícil, nós já tivemos fins de semana difíceis e voltamos mais fortes para o próximo. Mas posso assegurar que nós, como equipe, não somos arrogantes ou excessivamente confiantes. Estamos sendo diligentes e trabalhando o máximo que podemos. Queremos continuar sendo como somos.”

"Se eles têm uma resposta para isso, então não nos importamos com essa batalha. E se eles não o fizerem, então também não nos importamos com isso."

Hamilton não está exatamente em uma situação em que pode se dar ao luxo de terminar em segundo lugar em todas as corridas até o fim, e por isso ele diz que, por enquanto, sua abordagem ainda é tentar vencer todas as provas.

"Simplesmente não há necessidade de olhar para as próximas corridas e pensar: 'OK, eu preciso disso lá e lá'. Na minha cabeça eu preciso vencer todas as corridas, simples assim", disse ele.

"Eu me concentro nisso e chego querendo vencer. Haverá fins de semana quando sabemos que talvez fiquemos confortavelmente mais fortes, e haverá finais de semana como este, onde esperamos estar mal, mas ainda temos a crença de que podemos ganhar.”

"Eu quero vencer todas as corridas, esse é o objetivo. Eu não estou olhando para os pontos. É legal ter 40 pontos de vantagem, mas não é o fim até que seja matematicamente impossível de perder."

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, 1st position, celebrates on the podium

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, 1st position, celebrates on the podium

Photo by: Zak Mauger / LAT Images

Próxima Fórmula 1 matéria
Ferrari não se entrega e diz que "nada está perdido"

Previous article

Ferrari não se entrega e diz que "nada está perdido"

Next article

FIA duvida que Pérez tenha batido em Sirotkin de propósito

FIA duvida que Pérez tenha batido em Sirotkin de propósito
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Localização Singapore Street Circuit
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias