Mallya: quem duvidou da Force India pode “engolir as palavras”

compartilhar
comentários
Mallya: quem duvidou da Force India pode “engolir as palavras”
Por: Lawrence Barretto
4 de dez de 2017 16:22

Vijay Mallya afirmou que aqueles que duvidaram da capacidade da Force India em competir em alto nível da F1 poderão “engolir suas palavras” depois de terminar mais um ano com o quarto lugar entre os construtores.

Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India VJM10
Vijay Mallya and guest

A equipe conta com um dos menores orçamentos da F1, de modo que havia dúvidas se ela seria capaz de repetir sua posição de 2016 em meio a mudanças no regulamento técnico.

Mas, após um impressionante desenvolvimento no meio da temporada e uma performance forte de seus pilotos, Sergio Pérez e Esteban Ocon, a equipe conquistou o feito de forma confortável.

“Estabelecemos o terceiro lugar, mas terminamos em quarto pelo segundo ano seguido. Havia muita gente cética e eu sugiro que eles engulam suas palavras – e espero que o gosto seja bom”, disse Mallya no Autosport Awards.

“Estou muito orgulhoso que, com nossos recursos limitados, podemos golpear acima de nossa categoria de peso. Graças a Otmar [Szafnauer, chefe de operações] e sua liderança, Andy Green [engenheiro chefe], Tom [McCullogh], Andy Stevenson [diretor esportivo].”

“Tenho uma ótima equipe de competidores, com corridas no sangue e que sabem como extrair o máximo do que temos. Nós nunca desistimos.”

“A meta para 2018 será mirar alto novamente. Estamos prontos para nossa competição.”

Chefe da equipe, Bob Fernley elogiou os esforços da equipe, particularmente por conseguir marcar mais pontos que Renault, Williams e McLaren juntas.

“Nessa temporada, estávamos preocupados com Renault, Williams e McLaren. O significado deste resultado é demonstrado pelo fato de termos marcado mais pontos do que as três juntas, o que é notável”, disse, ao Motorsport.com.

“O crédito é de todos. Não só no que fazemos na pista, mas também pelo que é feito na fábrica. É um esforço de equipe. Essa é a diferença entre  que somos e os outros.”

“Somos uma equipe de corrida. Confiabilidade é fator chave. Acho que tivemos a segunda melhor confiabilidade, atrás da Mercedes. Não é apenas a unidade de potência – ela contribui, mas também é sobre o chassi e como a equipe trabalha.” 

Próxima Fórmula 1 matéria
Ricciardo admite que há "muito em jogo" no próximo contrato

Previous article

Ricciardo admite que há "muito em jogo" no próximo contrato

Next article

Button diz que seu “amor por corridas está de volta"

Button diz que seu “amor por corridas está de volta"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Force India
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias