McLaren: Estamos “a anos de distância” de lutar por vitórias

compartilhar
comentários
McLaren: Estamos “a anos de distância” de lutar por vitórias
Por: Edd Straw
5 de jul de 2018 15:17

CEO da equipe, Zak Brown admite que carro de 2018 tem “menos downforce” que carro de 2017

Zak Brown, McLaren Racing CEO
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Lando Norris, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Zak Brown, McLaren Racing CEO
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33

O presidente-executivo da McLaren Racing, Zak Brown, admitiu que seu carro de 2018 da Fórmula 1 tem menos downforce do que o do ano passado.

A declaração vem um dia depois de a equipe ter anunciado uma remodelação de sua administração, que incluiu a renúncia do diretor Eric Boullier após uma decepcionante temporada até aqui.

A McLaren caiu para o sexto lugar no campeonato de construtores após o GP da Áustria no último final de semana depois de ter ficado aquém dos níveis de desempenho previstos até agora, graças ao déficit de downforce.

"Não temos o mesmo nível de downforce neste ano que tivemos no ano passado", disse Brown.

"Assim, identificamos uma área em que nosso carro este ano é mais fraca que a do ano passado. Nós tivemos o melhor chassis no ano passado? Não definitivamente não.

“Nós provavelmente temos um chassi melhor? Eu acho que por causa de todas as diferentes variáveis, seria difícil dizer definitivamente sim ou não, mas sabemos que temos menos downforce neste ano do que no ano passado. ”

Embora as mudanças no staff - que incluíram nomear Gil de Ferran como diretor esportivo, promover Andrea Stella à direção de desempenho e dar ao chefe de operações, Simon Roberts, a responsabilidade geral técnica do carro - seu impacto total será de longo prazo.

Brown não dá um cronograma específico para quando ele espera que a McLaren volte a lutar na frente, mas disse que levará anos.

"Realisticamente, isso vai levar algum tempo para consertar, então acho que estamos a anos de distância", disse Brown.

"Eu não sei se isso vão ser dois ou dez anos, mas provavelmente estaremos em algum lugar no meio disso. Mas eu não quero entrar em previsões. Temos que ser muito realistas e honestos com nós mesmos, com nossos fãs, para dizer que isso será uma jornada, então acho que todos precisam reconhecer isso."

Brown deixou a porta aberta para novas mudanças no time após a nova remodelação.

"Ontem foi o começo da jornada, não terminamos", disse Brown.

"Estamos trabalhando para desenvolver uma equipe mais rápida e um carro de corrida mais rápido. Por isso, não vejo o que anunciamos como produto acabado. Esse é o ponto de partida."

Brown não estabeleceu um alvo firme para o resto da temporada, mas insistiu que a equipe não desistiu da quarta colocação no campeonato de construtores.

"Estamos em uma grande luta pelo quarto, quinto, sexto e sétimo – todos os times estão muito próximos", disse Brown.

"Eu não quero fazer previsões – isso nos colocou em apuros no passado. Então, não quero repetir alguns dos erros que cometemos. O que eu gostaria de fazer e o que vamos fazer é lutar como loucos para terminar em quarto no campeonato."

Próxima Fórmula 1 matéria
F1 lança concurso para fãs inovarem em cobertura de TV

Previous article

F1 lança concurso para fãs inovarem em cobertura de TV

Next article

Renault estreia mudanças no turbo em Silverstone

Renault estreia mudanças no turbo em Silverstone

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren
Autor Edd Straw
Tipo de matéria Últimas notícias