Montezemolo: “Com Hamilton, Ferrari teria sido campeã em 2018”

compartilhar
comentários
Montezemolo: “Com Hamilton, Ferrari teria sido campeã em 2018”
Giacomo Rauli
Por: Giacomo Rauli
4 de dez de 2018 17:02

Ex-presidente da Ferrari acredita que Vettel tenha cometido demasiados erros durante esta temporada

Vice-campeão em 2018, Sebastian Vettel teve que aguentar muitas críticas de pessoas dentro do meio da Fórmula 1 neste ano após demasiados erros cometidos.

A última veio de Luca de Montezemolo, ex-presidente da Ferrari. Montezemolo disse que a razão pela qual a Ferrari não conseguiu ganhar o título mundial de pilotos novamente neste ano foi o alemão. Nas palavras do ex-presidente, a Ferrari teria vencido se tivesse Lewis Hamilton ao volante.

"Neste ano, Hamilton fez a diferença, fazendo sua melhor temporada desde que começou na F1. Ele também tem momentos de fraqueza e crise, mas neste ano com a Ferrari ele teria ganhado. Mas não quero menosprezar Vettel, que tem todas as oportunidades para se reconstruir com uma máquina competitiva."

"A partir deste mundial, temos uma Ferrari muito diferente da que eu deixei em outubro de 2014, em pessoal e mentalidade. A Ferrari fez um bom carro neste ano, em algumas situações era até melhor que o da Mercedes, mas faltou um algo a mais ao longo dos últimos quatro anos em certos momentos. Havia a sensação de que poderia ganhar, mas isso não aconteceu e a coisa que mais me impressionou foi ver o time já derrotado a duas ou três corridas do final."

Montezemolo salientou que Vettel foi o autor de erros decisivos durante a temporada, o que permitiu a Hamilton fugir para conquistar o quinto título mundial de sua carreira, o quarto nas últimas cinco temporadas da F1. Mesmo assim, ele ratifica que o time tenha que continuar apoiando Vettel.

"Vettel cometeu erros decisivos na disputa pelo mundial, mas temos de fazer de tudo para mantê-lo motivado. Ele é um primeiro piloto de classe e está sempre perto da equipe. Ele vive um momento de frustração e você tem que apoiá-lo, ainda mais com a chegada de um menino muito forte (Charles Leclerc) e com um grande futuro.”

“Nestes casos, temos de manter a equipe unida, você ganha e perde junto. Eu estava falando com Jean Todt: Michael Schumacher também cometeu alguns erros nos primeiros dias, mas é sempre importante falar internamente e apoiar a equipe em público."

Next article
Hamilton projeta disputa com Vettel e Bottas por título em 2019

Previous article

Hamilton projeta disputa com Vettel e Bottas por título em 2019

Next article

TAG permanece com Red Bull mesmo perdendo nome de motor

TAG permanece com Red Bull mesmo perdendo nome de motor
Load comments