Pérez: 2018 será crucial para chance em grandes times

compartilhar
comentários
Pérez: 2018 será crucial para chance em grandes times
Por: Lawrence Barretto
15 de jan de 2018 20:35

Mexicano admite que desempenho no campeonato mundial de 2018 será crucial para determinar se ele terá outra chance em uma grande equipe

Sergio Perez, Force India
Sergio Perez, Sahara Force India VJM10
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10
Sergio Perez, Sahara Force India VJM10

O futuro de Sergio Pérez na F1 foi ameaçado após um ano difícil com a McLaren em 2013, mas desde então, ele reconstruiu sua reputação com a Force India nos últimos quatro anos.

Pérez foi o sétimo no campeonato de pilotos de 2017, a 68 pontos da Max Verstappen e 13 à frente do companheiro de equipe, Esteban Ocon.

Ele continuará com a Force India em 2018, mas está ciente de que haverá oportunidades de mudança para uma grande equipe em 2019, com possíveis aberturas na Mercedes, Ferrari e Red Bull.

"É um ano muito importante", disse Perez ao Motorsport.com. "Haverá muitas mudanças na Fórmula 1 em 2019, por isso é importante ser rápido desde o início.”

"Eu acredito na F1, todos estão olhando para você não só em uma corrida ou um ano, mas muitos anos. Quando você olha o que fiz nos últimos anos, creio que estou em uma boa posição."

Pérez acredita que ele agora tem a experiência para aproveitar ao máximo uma chance com uma grande equipe, tendo aprendido lições de seu tempo na McLaren.

"Acho que se a oportunidade chegar, estou totalmente preparado, mais completo como piloto e pessoa", disse ele.

"Isso pode fazer uma grande diferença se a oportunidade ocorrer. Acredito que vou subir no grid e que haverá uma chance."

"Mostrei o que posso fazer na Fórmula 1, mas quero mais e sinto que posso fazer muito mais do que isso."

Pérez admitiu que sua campanha na McLaren chegou na hora errada.

"Eu realmente acredito que a McLaren chegou muito cedo na minha carreira", disse ele. "Eu não estava pronto para isso. Isso ocorreu porque eu estava fazendo um tremendo trabalho.”

"Eu precisava de mais um ano na Sauber naquele momento, mas é o que é. Graças a esse ano, isso me fez o piloto que sou agora."

Próxima Fórmula 1 matéria
Academia da Renault confirma sete pilotos para 2018

Previous article

Academia da Renault confirma sete pilotos para 2018

Next article

Chilton: F1 mostra “mente fechada” ao ignorar nomes da Indy

Chilton: F1 mostra “mente fechada” ao ignorar nomes da Indy
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sergio Perez Shop Now
Equipes Force India
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias