Renault: Palmer merece estar em categoria de nível mundial

compartilhar
comentários
Renault: Palmer merece estar em categoria de nível mundial
Por: Ben Anderson
8 de jan de 2018 15:02

Cyril Abiteboul diz que tem tentado ajudar seu ex-piloto da F1 a encontrar outra vaga, mas que, até agora, plano não trouxe resultados

Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team on the drivers parade
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17

A equipe Renault acredita que seu ex-piloto Jolyon Palmer “merece estar em um campeonato de nível mundial” apesar de ter perdido sua vaga na F1 para Carlos Sainz.

Palmer foi promovido a titular quando a Renault assumiu o controle da Lotus, no fim de 2015. O inglês chegou a assinar uma extensão de contrato ao fim de 2016, mas não conseguiu fazer frente a Nico Hulkenberg em 2017.

Palmer pontuou apenas uma vez, em Cingapura, e perdeu sua vaga para Sainz a quatro etapas para o fim do campeonato.

A Renault disse que se comprometia a ajudar Palmer a encontrar uma vaga alternativa no automobilismo, mas o piloto ainda não confirmou qual será seu próximo passo.

Chefe da Renault na F1, Cyril Abiteboul disse ao Motorsport.com que a fabricante francesa segue aberta em trabalhar ao lado de Palmer fora da F1 e ainda o considera como um piloto de destaque, mesmo que tenha tido uma temporada ruim na categoria.

“Acho que é justo dizer que Jo e sua família estão agora em completo controle sobre os próximos passos e seu futuro”, disse Abiteboul.

“Tentamos olhar opções, as quais não quero detalhar publicamente, mas não acho que Jonathan [pai] ou Jo contestariam o fato de que ajudamos muito – o máximo que pudemos.”

“As avenidas que exploramos não deram certo até agora, mas veremos. A Renault é uma família grande no automobilismo, temos um número de atividades, então veremos o que o futuro guarda para todos.”

Alguns rumores ligaram Palmer à Fórmula E, onde a Renault tem uma equipe oficial e também é fornecedora da Techeetah, mas nada foi concretizado.

“Acho que talvez houve um problema de timing”, disse Abiteboul, quando questionado sobre a situação entre Palmer e a Fórmula E.

“Talvez poderíamos ter desenvolvido algo se fosse possível um envolvimento mais cedo entre todos os envolvidos, mas isso não aconteceu até agora.”

“Vamos ver. Em tudo em que pudermos ajudar Jo, ajudaremos, porque acho que ele merece estar em um campeonato de classe mundial.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Mercedes diz que motor de 2018 será “praticamente novo”

Previous article

Mercedes diz que motor de 2018 será “praticamente novo”

Next article

Grid girl critica F1 por ameaça de proibição de atividade

Grid girl critica F1 por ameaça de proibição de atividade
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Jolyon Palmer
Equipes Renault F1 Team
Autor Ben Anderson
Tipo de matéria Últimas notícias