Sainz diz que melhor GP da carreira era “impensável”

compartilhar
comentários
Sainz diz que melhor GP da carreira era “impensável”
Pablo Elizalde
Por: Pablo Elizalde
Traduzido por: Gabriel Lima
17 de set de 2017 16:52

Espanhol conquista melhor resultado na Fórmula 1 em prova difícil em Cingapura: “Foi o dia mais importante da minha carreira”

Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12, Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17
Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10 leads Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12 and Pascal Wehrlein, Sauber C36
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12

Após uma má largada, Carlos Sainz Jr conseguiu escalar lentamente o grid e realizou sua melhor corrida na Fórmula 1 neste domingo (17) em Cingapura. Ele passou para o quarto lugar quando o Nico Hulkenberg da Renault teve problemas mecânicos e ficou a uma posição do pódio na bandeirada.

"Foi um resultado que realmente ganhamos fazendo a coisa certa a cada momento", disse Sainz, que dirigirá para a Renault no próximo ano.

"Houve momentos complicados, especialmente quando eu tive gente com pneus intermediários novos atrás de mim. Os meus eram usados. Quando todos estavam de ultramacio, eu estava de supermacio e tive que me defender de novo de gente que era um segundo mais rápido do que nós por causa dos pneus.”

"Então, as coisas começaram a acontecer. Passamos algumas pessoas e terminamos em quarto, o que é incrível. Impensável".

Sainz, nono na classificação com 48 pontos – dois a mais do que sua quantidade em 2016 – disse que hoje foi um dos dias mais importantes de sua carreira.

"Foi uma corrida muito mais difícil do que você imagina, porque eu tive Checo (Perez) atrás de mim com ultramacios e Hulkenberg com pneus mais frescos. Passei toda a corrida olhando nos espelhos, tentando não cometer erros. Foi um dia muito importante para mim.”

"Eu sabia que eles tinham melhor ritmo e mesmo assim terminamos à frente deles. Era muito mais difícil do que pareceu de fora."

Ele disse que a Toro Rosso precisará investigar a causa do problema que ele teve no início.

"Eu não sei o que aconteceu. Eu vou ter que analisar, porque assim que eu soltei a embreagem o anti-stall entrou. Eu não sei se é um erro humano ou não, mas nós teremos que analisar.”

"Eu fiquei calmo. Eu sabia que a corrida era muito longa. Uma vez que eu soube que tinha escolhido o pneu certo, tive confiança. Não era o único de intermediários." 

Próxima Fórmula 1 matéria
FIA evita punição a pilotos por acidente múltiplo na largada

Previous article

FIA evita punição a pilotos por acidente múltiplo na largada

Next article

Massa mostra decepção com corrida em Cingapura: “Desastre”

Massa mostra decepção com corrida em Cingapura: “Desastre”
Load comments