Top 5 de Abu Dhabi: Galvão "corneta" e lambança da Williams

MOTORSPORT.COM lista cinco curiosidades sobre o GP que encerrou a temporada de 2015 da Fórmula 1

Um dia depois da última prova da temporada 2015 da Fórmula 1, todo mundo já sabe que Nico Rosberg venceu a terceira seguida e o campeão Lewis Hamilton ficou em segundo. Mas existem pequenas curiosidades e acontecimentos que também merecem registro sobre o GP disputado no circuito de Yas Marina. Veja o top 5.

Galvão “corneta”

Narrando o fechamento da temporada de Fórmula 1, Galvão Bueno não perdeu a oportunidade de “cornetar” a Williams ao longo da prova. E duas chamaram mais a atenção. O narrador reclamou da demora da equipe na segunda troca de pneus de Massa e criticou o desenvolvimento do carro na temporada, dizendo que até a Force India estava melhor. Mas também foi “cornetado” de leve no começo da transmissão, quando Felipe Massa brincou sobre a ausência de Galvão e dos comentaristas Reginaldo Leme e Luciano Burti em Abu Dhabi. A narração foi feita do estúdio da Globo.
Leia mais
Massa se despede de ano de pouco brilho com corrida discreta

Lambança da Williams

Valtteri Bottas não fazia uma corrida dos sonhos, mas brigaria por uma posição no top 5 se... a Williams não tivesse feito uma lambança em seu primeiro pit stop. (ponto para você, Galvão). A equipe deu sinal verde para o finlandês deixar sua posição nos boxes no mesmo momento em que Jenson Button passava ao seu lado. Resultado: um choque que danificou o bico de Bottas e, somado à punição imposta, arruinou a sua corrida.
Leia mais
Button diz que percebeu que Bottas iria bater nele nos boxes

Ousadia de Hamilton

O título estava garantido, mas Hamilton não queria deixar Nico Rosberg conquistar a terceira vitória consecutiva. Nas últimas voltas, contrariando a estratégia com a Mercedes, Hamilton insistiu em permanecer na pista e terminar a prova com os pneus desgastados, mas o seu engenheiro insistiu para que ele fizesse a troca. O tricampeão aceitou as indicações dos boxes e parou para a troca, mas colocou os pneus macios indicados pela equipe em vez dos supermacios que gostaria. A reação, então, não foi suficiente para ficar com a vitória.
Leia mais
Mercedes nega erro de estratégia: "escolha foi de Hamilton"

Maldonado magoado

O venezuelano Pastor Maldonado ganhou a fama de “barbeiro” da Fórmula 1 por causa dos seguidos acidentes em que está envolvido. E está magoado com a situação. Tanto que, depois do GP de Abu Dhabi, o piloto da Lotus desabafou em relação ao acidente que sofreu na primeira volta. Sem ter a menos culpa, Maldonado foi tocado por um Alonso desgovernado após choque com Felipe Nasr. “Se tivesse sido eu teria sido notícia no mundo todo”, disse, consternado com o abandono precoce.
Leia mais
Maldonado: "se tivesse sido eu, seria notícia no mundo todo"

Alonso furioso

Furioso com a punição sofrida pelo acidente que envolveu Nasr e Maldonado, Alonso teceu duras críticas à FIA, dizendo que a entidade deveria focar em impulsionar a popularidade da Fórmula 1. “Por isso as arquibancadas têm espaços vazios aqui, como tiveram as de quase todos os circuitos. Outros campeonatos estão nos ultrapassando, como o WEC, a MotoGP... Aí estamos tentando fazer com que os carros fiquem mais barulhentos. Acho que precisamos é de um pouco de bom senso. Receber um drive-through após ter sido atingido por outro carro é um pouco estranho - diria que algo singular”, desabafou.
Leia mais
Furioso, Alonso detona FIA: "precisamos é de bom senso"

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Abu Dhabi
Pista Yas Marina Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias