Vasseur diz que visões diferentes motivaram saída da Renault

Francês diz que diferenças de opinião em relação ao futuro da equipe estão por trás de sua decisão de renunciar ao cargo

A Renault anunciou nesta quarta-feira (11) que Frederic Vasseur está de saída por "consentimento mútuo" e que o presidente Jerome Stoll e o diretor-executivo Cyril Abiteboul iriam agora administrar a equipe.

Falando pela primeira vez sobre os motivos de sua decisão, Vasseur disse que chegou à conclusão de que as chances da Renault na F1 seriam prejudicadas se continuasse a ter opiniões diferentes sobre o que precisava ser feito.

"A razão é que tínhamos visões diferentes na gestão da equipe, então nesta fase eu acho que faria sentido sair", disse ao Motorsport.com em entrevista exclusiva.

Vasseur disse tomou a decisão apenas na semana passada, após conversas de pós-temporada com outros membros da alta cúpula.

"Tivemos uma discussão logo após o GP de Abu Dhabi no final da temporada passada, e tentamos encontrar o melhor compromisso e a melhor organização para 2017", disse ele. "Tirei uma ou duas semanas de férias e tomei minha decisão na primeira semana de janeiro. É muito melhor parar agora."

Vasseur admitiu que ficou triste ao deixar os funcionários que haviam feito grandes esforços no ano passado, mas que achava errado em continuar.

"Há uma pequena frustração, mas tenho uma sensação positiva de que fizemos um bom trabalho em alguns pontos, como a reestruturação da empresa e também as operações de pista", disse ele.

"Melhoramos muito na temporada passada e alguns engenheiros irão se juntar à equipe nas próximas semanas. Então, houve alguns aspectos positivos."

"Mas é como se você estivesse construído os alicerces de uma casa e parasse depois do primeiro metro."

Vasseur também considerou que tudo estava no lugar para a Renault brigar entre os cinco posições no campeonato de construtores deste ano.

"Sim, o alvo é estar entre os cinco primeiros", disse ele. "Acho que é realista, porque as bases estão fortes agora."

"Mas agora é difícil saber onde estamos e onde estarão os outros, vamos ver em Barcelona."

Retorno

Vasseur disse que não tinha decidido como será seu futuro, mas que não tinha dúvida de que voltaria para um papel fora da F1.

"Não estou muito preocupado com meu futuro", disse ele. "Primeiro, vou tirar uma semana de férias com a minha família e depois vou ver."

"Terei algumas conversas sobre outros projetos, mas não é o momento certo para pensar sobre isso. Quero fechar adequadamente a minha colaboração com a Renault e depois vou pensar sobre o futuro."

Quando perguntado sobre a experiência na F1, ele disse: "para ser honesto, foi uma experiência muito boa. Aprendi muito."

"Haverá um próximo projeto? Eu não sei, vamos ver. Mas eu estou realmente apaixonado pelas corridas e corrida é muito mais do que a F1."

Entrevistado por Roberto Chinchero

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Renault F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias