Coluna do Nelsinho: Correndo com Jules e Justin em meu coração

Nelsinho Piquet conta como foram os testes da Fórmula E e Indy, além da primeira vitória no Global Rallycross, mas tudo isso foi ofuscado pelas mortes de Jules Bianchi e Justin Wilson

Gostaria de começar essa coluna relembrando Jules Bianchi e Justin Wilson, dois colegas que nossa comunidade perdeu nos últimos dois meses. Não consigo acreditar nisso.

Competi com Justin Wilson há alguns meses na Fórmula E em Moscou, quando ele se juntou à equipe Andretti para aquele fim de semana e é muito difícil pensar que ele se foi.

Gostaria de mandar todo amor e preces para as famílias de Jules e Justin. Elas vão sentir toda a boa vontade da comunidade do automobilismo ao redor do mundo e de todos os fãs e espero que se sintam um pouco confortados em saber que ambos eram amados e respeitados por muitos e ambos foram reconhecidos como grandes pessoas.

Eles amavam esse esporte de todo coração, assim como todos os pilotos amam e eles serão lembrados por suas incríveis contribuições.

Estávamos testando em Donington para a segunda temporada da Fórmula E quando soubemos da notícia da morte de Wilson e ficamos chocados. Fizemos um tributo à nossa maneira, com um minuto de silêncio no pitlane de todos os pilotos e equipes antes de entrar na pista na terça-feira de manhã.

Testes da F-E e Indy

Tivemos momentos agitados com três testes oficiais da Fórmula E em Darlington. As coisas não foram perfeitas para nós, mas tivemos um bom trabalho e nosso time está trabalhando muito duro.

A prova será em Pequim e lá veremos em que ponto todas as equipes se encontram. Tenho certeza de que não será fácil, mas mostramos na temporada anterior o quanto de melhorias podemos ter e por isso faremos a mesma estratégia de competir uma corrida de cada vez.

Também tive minha primeira experiência em dirigir um carro da Indy. Fui convidado pela Penske a guiar num teste em Sonoma. Foi uma grande experiência e era um carro que já tinha vontade de pilotar há muito tempo.

Vencendo em Washington

Depois de Sonoma, fui até Washington competir na última rodada do Global Rallycross.

Foi uma semana insana; testamos em Donington pela Fórmula E na segunda e terça-feira, em Sonoma na quinta-feira pela Indy e na sexta-feira de manhã já estava em Washington correndo com meu carro do GRC.

No entanto, o fim de semana acabou se tornando especial, com minha primeira vitória no GRC.

Foi um momento especial. Fazia menos de dois meses que consegui o título da Fórmula E e de repente estava no ponto mais alto do pódio em Washington.

Tive a honra de vencer uma prova com concorrentes tão fortes e experientes. A vitória veio numa semana longa e difícil, mas o lugar de um piloto é na pista e não há melhor recompensa do que uma vitória.

Tenho certeza que eu e todos os outros pilotos no mundo estão competindo com Jules e Justin em nossos corações.

Ambos sempre ganham conosco.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E , IndyCar , Global Rallycross
Pilotos Nelson Piquet Jr.
Tipo de artigo Conteúdo especial