Opinião: Jimmie Johnson está vivo e longe da aposentadoria

compartilhar
comentários
Opinião: Jimmie Johnson está vivo e longe da aposentadoria
Erick Gabriel
Por: Erick Gabriel
3 de out de 2018 20:08

Busca por vitória e erro no fim da prova em Charlotte mostram que heptacampeão não desistiu de vencer na NASCAR

Jimmie Johnson conseguiu sua última vitória na NASCAR, a 83ª, em Dover, em junho do ano passado e desde então acumula o maior jejum da carreira, em um período que coincidiu com a mudança do modelo Chevrolet da Hendrick Motorsports, do SS para o Camaro.

Mais do que a ausência de vitórias, o heptacampeão também saiu do pelotão da frente neste ano, com apenas dois top-5 (Bristol e Charlotte) em 29 corridas, muito pouco para um piloto de sua envergadura dentro da categoria.

Nas últimas semanas, coincidindo com o início dos playoffs, o público conseguiu ver mais vezes o carro #48 brigando por posições mais importantes e culminou com a tentativa de vitória na última volta do Roval de Charlotte. Um erro na última chicane não só tirou suas chances de triunfo, como atrapalhou Martin Truex Jr. que esteve a poucos metros da bandeira quadriculada, dando a Ryan Blaney a vitória no traçado inédito.

A partir do resultado negativo, com a oitava posição na corrida, Johnson ficou empatado com Kyle Larson e Aric Almirola na pontuação. Como seus resultados anteriores não eram tão bons quanto seus concorrentes diretos, ele viu suas poucas chances do oitavo título irem embora.

Após o resultado confirmado, as críticas de imprensa e fãs, por meio das redes sociais, estavam no erro de Johnson em querer a vitória de qualquer maneira, sendo que se ele se conformasse com o segundo posto, estaria classificado à próxima fase dos playoffs.

Mas a atitude de JJ é louvável. Sem vencer há mais de um ano, cenário incômodo para um grande campeão, ele simplesmente trocou a tentativa de vitória por uma vaga na próxima fase. Isso se justifica pelo aspecto psicológico, dele e da equipe do carro #48. Ao exagerar na última chicane, rodar e acabar levando Truex consigo, Johnson trouxe à tona o espírito que pertence à própria NASCAR e tão pedido por fãs de outras categorias. O pragmatismo não entrou em cena, mas a fase o impediu de ser recompensado com a vitória e/ou a vaga.

A incapacidade de ler a situação – de que ele podia simplesmente escoltar Truex até o fim – mostra o desejo de vitória acima de tudo, ingrediente que só aqueles que ainda querem algo na carreira ainda tem.

Com a fase ruim, além de seu principal patrocinador anunciar que não estampará mais seu carro na próxima temporada, muito se especulou – de maneira equivocada – sobre a aposentadoria de Jimmie Johnson, sempre negada pelo piloto e pelas pessoas ao seu redor.

 

Johnson tem o direito de ter uma ou até mais temporadas ruins e a partir do momento em que Hendrick/Chevrolet voltarem ao mesmo patamar de Ford e Toyota, ele voltará a ser apontado como favorito a corridas e títulos. A sede de vitória do último domingo mostrou que o lado competitivo do #48 ainda está lá.

Outros heptacampeões, como Dale Earnhardt, também tiveram temporadas abaixo do esperado e conseguiram se recuperar com mais títulos. O pai de Dale Jr. teve que amargar a 12ª posição em campeonatos como o de 1982 e 1992, enfrentando outros tipos de problemas, e nem por isso a retirada havia sido cogitada.

A notória melhora na segunda metade da atual temporada da Chevrolet dá indícios que 2019 poderá ser diferente, com a Ford podendo enfrentar os mesmos obstáculos que os Chevy tiveram neste ano e que a Toyota teve em parte de 2017, quando estreou seu novo Camry. Apesar do abalo pela desclassificação, Johnson também pode quebrar o tabu ainda neste ano, já em Dover, no próximo domingo, onde acumula 11 triunfos na carreira, o que poderá mostrar que ele está mais vivo do que nunca no mundo da NASCAR.

Próxima NASCAR Cup matéria
Com despedida de placa restritora, NASCAR revela pacote para 2019

Previous article

Com despedida de placa restritora, NASCAR revela pacote para 2019

Next article

NASCAR e ARCA apresentam estrutura de novos campeonatos

NASCAR e ARCA apresentam estrutura de novos campeonatos
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria NASCAR Cup
Autor Erick Gabriel
Tipo de matéria Blog