Sainz crê em duelo difícil com Hulkenberg na Renault

compartilhar
comentários
Sainz crê em duelo difícil com Hulkenberg na Renault
Por: Lawrence Barretto
Traduzido por: Gabriel Lima
12 de out de 2017 14:24

Espanhol diz que espera período difícil de adaptação ao time francês após fazer maior parte do ano na Toro Rosso

Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12

Carlos Sainz Jr acredita que terá vida complicada no duelo interno com Nico Hulkenberg na Renault neste ano. O espanhol, que vai para a equipe francesa a partir da próxima corrida para substituir Jolyon Palmer pelo resto da temporada de 2017, sabe que terá um desafio já que não conhece o carro francês.

"Vai ser difícil, porque ele andou neste carro por 16 corridas que eu nunca andei", disse ele quando perguntado sobre a luta com Hulkenberg neste ano.

"Levará um tempo para eu me adaptar ao carro. Gostaria de fazer isso o mais rápido possível, mas estou convencido de que vai demorar um pouco. Meu alvo é estar em um bom ritmo o mais rápido possível, mas isso não vem de graça.”

"Haverá muito trabalho, análise e aprendizado com os engenheiros sobre como dirigir o carro. Vamos ver o que acontece."

Havia sugestões de que Sainz poderia ter substituído Palmer já na Malásia, mas isso não pôde acontecer após o britânico ter insistido em manter seu assento antes de finalmente ser expulso do time após a corrida de Suzuka no final de semana passado.

Mesmo não entrando mais cedo, Sainz não vê um grande prejuízo.

"Eu acho que é o momento certo para fazer a mudança", disse ele. "As coisas acontecem quando acontecem e não há necessidade de dizer: ‘Eu teria gostado mais cedo ou mais tarde."

"Fiquei feliz por ficar na Toro Rosso e fiquei feliz em mudar para a Renault. Eu sou bastante imparcial a esse respeito.”

"Agora, finalmente aconteceu. Isso me faz feliz, é claro, porque me dá uma chance. Mas ninguém me explicou o atraso."

Próxima Fórmula 1 matéria
Coluna do Massa: Me sinto em um bom momento da carreira

Previous article

Coluna do Massa: Me sinto em um bom momento da carreira

Next article

Ecclestone torce por Kubica na F1: Massa já fez o suficiente

Ecclestone torce por Kubica na F1: Massa já fez o suficiente

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Carlos Sainz , Nico Hulkenberg
Equipes Renault F1 Team
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias