Honda teme que não poderá fazer o suficiente para a McLaren

compartilhar
comentários
Honda teme que não poderá fazer o suficiente para a McLaren
Por: Lawrence Barretto
4 de set de 2017 18:52

Fabricante japonesa garante que vem melhorando, mas admite que evolução apresentada pode não ser o bastante para convencer a equipe

Yusuke Hasegawa, Head of Honda Motorsport
Yusuke Hasegawa, Senior Managing Officer, Honda
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Martin Brundle, Sky TV talks with Zak Brown, McLaren Executive Director
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR12, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17
Yusuke Hasegawa, Senior Managing Officer, Honda

A Honda está temerosa de que não poderá fazer o suficiente para convencer a McLaren a continuar com sua parceria na F1, embora não irá parar de tentar.

A McLaren deverá tomar uma decisão final para seu futuro nesta semana, com a relação chegando ao seu ponto de ruptura após uma sequência marcada por falta de confiabilidade e de potência.

Caso a McLaren decida não continuar com a atual parceira e a Toro Rosso permaneça com a Renault, a Honda se veria forçada a sair da F1.

Apesar da incerteza, a Honda tem trabalhado em um plano de desenvolvimento agressivo, o que incluiu novidades levadas a Spa e Monza.

“Eu ainda estou tentando ter boas performances para convencê-los, mas não tenho certeza de que será o suficiente”, disse Yusuke Hasegawa, chefe da Honda. “Nós na Honda nunca desistimos de continuar essa colaboração.”

A situação pode parecer que se torne uma distração para os funcionários da Honda em Sakura e Milton Keynes, mas Hasegawa acredita que isso tem o efeito oposto.

“Isso está acelerando nosso desenvolvimento. Isso se tornou motivação dentro da fábrica”, explicou.

A Honda tem se mostrado confiante com a performance das novidades introduzidas nas últimas corridas.

“Desde a Áustria, nosso desenvolvimento foi acelerado e o nível de evolução está muito bom”, disse Hasegawa.

“Vimos certo ganho de performance com cada novidade, então é algo muito encorajador.”

A McLaren taticamente escolheu punições em Spa e Monza na tentativa de estar livre de penalizações na prova seguinte, em Cingapura, que é uma pista que deva combinar melhor com as características do carro.

“Temos confiança em nossa competitividade [em Cingapura]”, acrescentou o dirigente. Já decidimos que o atual motor irá a Cingapura. Podemos melhorar algumas configurações do motor, mas não faremos uma grande melhoria para lá.”

Questionado sobre a performance das novidades da Honda, o diretor esportivo da McLaren, Eric Boullier, disse: “Aceitaremos qualquer cavalo extra. Como Hasegawa disse, nos dados vimos certa melhora, então estou feliz com isso.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Hamilton parabeniza Anitta por novo clipe: “Incrível”

Previous article

Hamilton parabeniza Anitta por novo clipe: “Incrível”

Next article

Astros de Game Of Thrones pegam carona em um F1 na Itália

Astros de Game Of Thrones pegam carona em um F1 na Itália
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren Shop Now
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias